Nofap: saiba mais sobre a prática da não masturbação

Antes de ler esse artigo, tenho uma pergunta para você: Você tem interesse em demorar muito mais na cama? Quer saber o segredo dos atores pornô e deixar sua mulher LOUCA DE TESÃO? Clique aqui e assista ao vídeo.

Nofap

O mês de setembro é marcado por alguns movimentos dedicados à saúde mental e  física. Entre os mais conhecidos está o Setembro Amarelo. Há alguns anos, porém, o nofap September também começou a aparecer entre os principais assuntos da internet entre os jovens.

Embora muita gente na internet leve o termo nofap na brincadeira, a ideia por trás dele é bastante séria. Neste texto, falaremos um pouco mais a respeito do nofap, definindo melhor o que é, por que surgiu, quais os benefícios e as controvérsias que acompanham o movimento.

Afinal, o que é nofap?

Se você é heavy user de redes sociais, fóruns ou mesmo passa bastante tempo no youtube, já deve ter se deparado com o termo nofap por aí. Ele costuma aparecer com mais força em setembro, justamente porque algumas vertentes ligam o nofap ao setembro amarelo. A ideia de deixar de se masturbar, como era de se esperar, também acaba gerando uma porção de piadas e memes pela internet.

O nofap é basicamente um desafio que propõe um mês sem masturbação para os homens. Fique claro: o que vale é apenas a masturbação. Se você quiser transar, não precisa se abster. O negócio é realmente voltado à prática de se masturbar e, igualmente, ao consumo de pornografia – que também gerou um próprio movimento chamado no porn.

Você deve estar se perguntando agora “mas por que existe um movimento voltado a evitar a masturbação e/ou o consumo de pornografia?”. Além de parecer uma brincadeira de mau gosto, pode também soar algo difícil para algumas pessoas. E é justamente aí que a necessidade de um desafio como o nofap apareceu.

O movimento surgiu inicialmente em fóruns internacionais e os primeiros a aderir ao desafio optaram por ele por motivos simples: estudos mostram que se abster da masturbação melhora consideravelmente a vida sexual e a capacidade cognitiva dos homens. Além disso, muitos homens, adolescentes ou jovens adultos já haviam criado uma espécie de dependência do consumo de pornografia somado à prática excessiva da masturbação, chegando ao ponto de prejudicar aspectos básicos da vida pessoal.

Isso acontece porque a soma de pornografia e masturbação ajuda a liberar dopamina para o cérebro e ele se torna dependente da soma de prazer e alívio que a masturbação traz para você. Mas não apenas isso. Ao evitar essa nova injeção de dopamina para o cérebro, você vai melhorar a sua saúde física e mental.

Benefícios do nofap

Praticantes do nofap relatam diversas mudanças positivas com ligação direta e indireta à vida sexual. Entre as principais diferenças mais citadas estão:

  • Elevação da autoestima;
  • Ereções mais fortes;
  • Eliminação quase completa da disfunção erétil;
  • Maior quantidade de sêmen;
  • Melhora em problemas de concentração;
  • Melhoras em problemas com ejaculação precoce;
  • Melhora da autoconfiança;
  • Mais sensibilidade no pênis;
  • Aumento do nível de testosterona no sangue;
  • Melhora da disposição;
  • Aumento da libido.

A ligação com o setembro amarelo surge justamente destas mudanças provocadas no dia a dia dos homens que aceitam participar do desafio. Embora a prevenção ao suicídio seja um assunto muito sério que deve ser tratado com a ajuda de profissionais, muitos consideram o nofap um caminho para ajudar a evitar alguns dos principais sintomas da depressão.

A mudança que o nofap – sempre somado ao noporn – proporciona ao estilo de vida dos homens praticantes, os ajuda a melhorar sua desenvoltura pessoal e sexual, além de fazer com que busque outras formas de liberar dopamina para o cérebro, de formas mais saudáveis.

Não queremos dizer aqui que a masturbação é negativa. Pelo contrário, há diversos estudos que comprovam que ela pode trazer muitos benefícios. Porém, quando é praticada em excesso pode prejudicar o dia a dia e se tornar um vício.

Viciados, inclusive, podem ter sintomas de abstinência ao praticar tentar se manter sem masturbação. Neste caso, acompanhamento psiquiátrico e auxílio com o uso de medicamentos pode ser indicado. A falta da dose de dopamina com o qual o seu cérebro se acostumou por um período prolongado pode voltar a causar alguns dos sintomas que acompanham o vício.

Controvérsias

Enquanto alguns postam depoimentos sobre como a vida sexual e pessoal mudou ao aderir ao movimento que evita a masturbação e a pornografia, outros alegam que a simples mudança de estilo de vida poderia trazer os mesmos resultados.

No entanto, as pesquisas que ligam a abstinência da masturbação com melhor desempenho sexual são muitas. Além disso, o consumo de pornografia e o hábito exagerado da masturbação podem fazer com que o seu cérebro seja modificado e prejudicado, exatamente como funciona como o cérebro de outros viciados.

Por isso mesmo o desafio pode parecer muito mais árduo para uns do que para outros. Pela falta de estudos e pesquisas no Brasil, não é possível estimar uma porcentagem de viciados em pornografia e masturbação. Porém, acredita-se que ele pode ser bastante elevado, principalmente entre jovens e jovens adultos.

A prática excessiva da masturbação acaba causando problemas sérios. Alguns homens não conseguem refrear a vontade de se masturbar durante momentos considerados completamente inapropriados, como o horário de trabalho. Este tipo de comportamento pode prejudicar consideravelmente a vida pessoal e até emocional, por um problema que pode ser difícil de se reconhecer.

Isto porque além de poder ser considerada saudável até certas medidas, a masturbação é culturalmente ligada à virilidade e masculinidade. Desta forma, acaba sendo difícil para que alguém com problemas ligados à dependência de pornografia e masturbação consiga realmente reconhecer ali um vício.

Considerações finais

O desafio de não se masturbar durante o mês de setembro acabou se estendendo para diversos outros períodos do ano.

Homens de todas as idades interagem em fóruns, compartilhando a experiência e as reações diárias da falta de masturbação.

Se você estiver considerando aderir ao desafio e comprovar por si mesmo as mudanças que ele pode trazer para o seu dia a dia e para o seu corpo, procure um desses fóruns.

Através deles você contará com a experiência e motivação de outras pessoas que entendem exatamente pelo que você está passando.

Além disso, aderir ao nofap pode ser uma boa forma de se conhecer melhor e compreender até onde a masturbação e a pornografia realmente interferem na sua vida.

Recomendados Para Você:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *