Como aumentar a testosterona? Veja 26 formas naturais + lista de alimentos e suplementos

Antes de ler esse artigo, tenho uma pergunta para você: Você tem interesse em demorar muito mais na cama? Quer saber o segredo dos atores pornô e deixar sua mulher LOUCA DE TESÃO? Clique aqui e assista ao vídeo.

A testosterona é o principal hormônio esteroide masculino, responsável pelo desenvolvimento geral das características do corpo do homem e, também, da mulher.

A sua produção se dá nos testículos e nos ovários, a partir da ação de outros hormônios ligados a uma glândula cerebral chamada hipófise (também conhecida como pituitária), a responsável por controlar a produção hormonal no nosso organismo, e também pelo hipotálamo.

Algumas poucas quantidades também são produzidas pelas glândulas adrenais (ou supra-renais), nos dois sexos. Este hormônio age no corpo como um estimulante do desenvolvimento dos órgãos sexuais e das características sexuais secundárias, como libido, ereção, produção e maturação de espermatozoides e óvulos, além de contribuir para a sua saúde e bem-estar geral.

Com ele, você também pode ter um melhor desenvolvimento muscular, coração sempre saudável, controle do peso, ossos mais fortes, mais energia, melhor qualidade da saúde mental, mais força, bom humor, noites de sono bem dormidas, entre outros benefícios.

E, apesar de ser considerado um hormônio esteroide andrógeno, ou seja, ligado à características masculinas, as mulheres também possuem testosterona no organismo, só que em menores quantidades. Estima-se que um homem tenha de 10 a 15 vezes mais esse hormônio no organismo.

Assim como nos homens, também é essencial na formação das características sexuais. No entanto, a má notícia é que, em ambos os sexos, os níveis de testosterona começam a baixar no organismo (cerca de 0,8%) a partir dos 30 anos de idade.

Desta forma, quando chegamos aos 40 ou 50 anos, os estoques estão bastante reduzidos, já que passamos a perder 1% de testosterona por ano, o que pode trazer uma série de problemas à saúde e aparência. Dentre eles, estão a falta de desejo sexual (e até disfunção erétil e infertilidade), acúmulo de gordura, perda e dificuldade em ganhar massa muscular, mau humor, memória fraca, pouca energia e disposição física, etc.

Por isso, assim como você, várias pessoas procuram maneiras de como aumentar a testosterona para driblar todos esses malefícios. E sim! Felizmente, existem diferentes formas de potencializar a produção desse importante hormônio esteroide no organismo, tanto através de alimentos e suplementos, quanto a partir de métodos naturais, para obter uma melhor qualidade de vida.

Quer saber quais são elas? Confira nos próximos parágrafos desse artigo!

Afinal, o que causa a perda de testosterona no organismo?

Antes de saber quais são as melhores formas de aumentar a testosterona no organismo, a primeira coisa que você precisa saber é o que leva o nosso corpo a perder esse hormônio tão essencial no desenvolvimento do corpo.

De acordo com especialistas, as quantidades ideais de testosterona no corpo devem variar entre 300 a 900 ng/dL (nanogramas por decilitro de sangue), no caso dos homens, e cerca de 25 a 90 ng/dL em mulheres.

No entanto, ela passa a ter a sua produção reduzida no organismo naturalmente a partir dos 30 anos de idade, em ambos os sexos, e atinge níveis extremamente baixos, quase zerados, aos 50 anos. Neste sentido, a perda do hormônio está diretamente ligada ao avanço da idade, o que significa que não há nada que possa ser feito neste caso, já que o fator é biológico.

No entanto, há sim outros fatores que podem contribuir para a baixa dos estoques de testosterona no corpo de homens e mulheres. Dentre eles, nós podemos citar:

  • Uso indiscriminado de remédios (como antidepressivos, estrogênios, glicocorticoides, estatinas para baixar o colesterol, antiandrogênios, anticoncepcionais, etc.);
  • Má alimentação (como consumo exagerado de frituras, doces e alimentos industrializados);
  • Estresse excessivo;
  • Noites mal dormidas;
  • Excesso de peso (obesidade);
  • Falta de sexo;
  • Lesões nos testículos ou problemas diversos nos ovários;
  • HIV;
  • Pressão alta;
  • Diabetes;
  • Sedentarismo;
  • Ingestão excessiva de bebidas alcoólicas;
  • Ooforectomia (retirada dos ovários);
  • Menopausa;
  • Artrite reumatoide;
  • Anorexia nervosa;
  • Infecções, como caxumba, sífilis e meningite;
  • Lúpus eritematoso sistêmico;
  • Insuficiência adrenal.
  • Hipogonadismo (doença relacionada à escassez ou nulidade de hormônios sexuais).

Sendo assim, para evitar todos esses problemas, o ideal é conversar sempre com o seu médico, especialmente no caso de pessoas com alguma das doenças listadas acima, e, ainda, mudar alguns hábitos na rotina para evitar a perda de testosterona pelo organismo e manter sempre uma boa qualidade de vida.

Quais são os principais sintomas da testosterona baixa?

Quando atinge níveis muito baixos, a deficiência de testosterona costuma trazer algumas consequências ruins ao corpo masculino e feminino, que incluem:

  • Diminuição ou perda do apetite sexual (inclusive, impotência sexual);
  • Fraqueza e cansaço excessivo;
  • Acúmulo de gordura corporal (aumento de peso);
  • Falta de energia e disposição;
  • Mau humor;
  • Perda de massa muscular e óssea;
  • Secura vaginal;
  • Aumento do risco de doenças cardiovasculares;
  • Depressão e ansiedade;
  • Insônia;
  • Perda de cabelo;
  • Confusão mental (incluindo lapsos de memória);
  • Dificuldade em ganhar massa muscular;
  • Baixo crescimento de pelos no corpo;
  • Redução da fertilidade;
  • Dores nas articulações;
  • Atrofia dos testículos.

Portanto, se você, homem ou mulher, percebeu que está com um ou mais sintomas listados acima, o ideal é procurar um médico endrocrinologista o mais rápido possível para começar um tratamento de reposição hormonal com medicamentos ou, ainda, para seguir as dicas que nós vamos listar nos próximos parágrafos sobre como aumentar a testosterona rápido.

Confira 26 formas de aumentar a testosterona naturalmente

Agora que você já sabe quais são os malefícios e sintomas da testosterona baixa, chegou a hora de conhecer quais são as 10 melhores maneiras de aumentar as quantidade desse importante hormônio no seu corpo.

1 – Pratique musculação

Assim como na prevenção e tratamento de doenças relacionadas ao estilo de vida, praticar exercícios físicos também é considerado uma das melhores formas de aumentar os níveis de testosterona. Isso porque o organismo possui um sistema eficiente que direciona os nutrientes para as necessidades mais urgentes e, sendo assim, se você for uma pessoa sedentária, certamente ele enviará menos nutrientes para a produção da testosterona que você tanto precisa.

Afinal, com o hábito de ficar sentado (a) o dia inteiro no sofá, o seu organismo entenderá que você não está precisando usar os seus músculos cujos movimentos a testosterona poderia estimular melhor, concorda? Então, se você quer aumentar os níveis desse hormônio, comece agora mesmo a praticar atividades físicas, especialmente as de resistência e compostas (que exercitam um maior grupo de músculos), como a musculação e os treinos HIIT (treinamento intervalado de alta intensidade).

Esses treinos mais curtos, mas intensos, submetem os músculos a grandes esforços para que eles fiquem mais rapidamente fadigados, que é o mais recomendado para estimular a produção de testosterona. Dentro da musculação, os melhores exercícios para aumentar a testosterona são o agachamento e o levantamento terra, já que estes dois recrutam praticamente o corpo inteiro para serem executados.

E quanto mais músculos sendo recrutados, mais testosterona (e outros hormônios anabólicos) será produzida pelo organismo. Outros exercícios indicados neste sentido são o supino, flexão, barra fixa e desenvolvimento para ombros. No entanto, não vale exagerar! Afinal, exercícios físicos em excesso também podem afetar os níveis de testosterona no seu organismo, já que o descanso também é um dos requisitos para ter boas quantidades desse hormônio no corpo, como você vai ver mais à frente nesse artigo.

2 – Tenha um comportamento ativo

Como falamos nos parágrafos anteriores, “criar raízes” no sofá, ou seja, manter-se na inatividade no seu dia a dia não vai ajudar se o seu objetivo é aumentar os estoques de testosterona no corpo. Por isso, o ideal é tentar manter um comportamento ativo, mesmo fora da academia ou horário que você costuma praticar as suas atividades físicas.

Isso porque o sedentarismo trabalha totalmente contra a produção desse hormônio. O sistema do corpo humano costuma direcionar os nutrientes para as necessidades mais urgentes, o que quer dizer que, se você passa o dia no sofá ou no escritório, por exemplo, o organismo provavelmente direcionará menos nutrientes para a produção da testosterona.

Na prática, o seu corpo entende que os seus músculos não estão precisando desses nutrientes e nem mesmo da testosterona para estimular os seus movimentos. Então, procure sempre movimentar-se, fazendo caminhadas matinais, optando por escadas em vez de elevadores, descendo uma parada antes do ponto de ônibus perto da sua casa para ir andando ou até mesmo levantando da cadeira do escritório para andar até o outro andar e pegar uma água e conversar com um colega de trabalho também já ajuda.

3 – Evite atividades aeróbicas excessivas

Diferente dos exercícios físicos compostos, como os de musculação e treinos HIIT, que ajudam no aumento da testosterona naturalmente, as atividades aeróbicas, quando praticadas em excesso, podem afetar a busca por esse objetivo, já que estas poderão dificultar a capacidade de recuperação muscular, afetar o treinamento com pesos e aumentar a produção de cortisol (hormônio do estresse), que, juntos, podem prejudicar a manutenção da testosterona.

Se você estiver precisando emagrecer ou melhorar o condicionamento físico, procure incluir poucos exercícios aeróbicos durante os treinos. Na medida certa, eles são ideais para aumentar a sensibilidade à insulina (reduzir o acúmulo de gorduras), melhorar o condicionamento do corpo e aprimorar a saúde de uma forma geral.

4 – Coma proteínas, carboidratos e gorduras

Carne vermelha é um dos alimentos que ajuda no aumento da testosterona

Assim como acontece no caso de outros hormônios, tudo o que você na sua dieta pode influenciar nos níveis de testosterona no seu organismo. Por isso, evitar muitas restrições ou, ao contrário, exageros no consumo de certos alimentos (especialmente industrializados) pode ser a receita perfeita para aumentar a produção desse hormônio no corpo.

Por isso, a dica é sempre incluir no cardápio três principais tipos de alimentos que ajudam nesse objetivo, em quantidades equilibradas: proteínas, carboidratos (complexos) e gorduras saudáveis. Essas primeiras podem ajudar na perda de gordura e ganho de massa muscular, que são dois dos benefícios associados à testosterona.

Apostar nos carboidratos complexos também pode ser uma ótima ideia para potencializar os níveis desse esteroide no corpo, uma vez que vários estudos já comprovaram a eficácia desse grupo alimentar no aumento da testosterona durante treinos de resistência, como a musculação e o HIIT. Dentre eles, estão pães integrais, linhaça, quinoa, batata doce, aipim, inhame, grão de bico, lentinhas, etc.

Além disso, pesquisas também demonstraram que consumir gorduras no dia a dia (boas e ruins) também pode ajudar a aumentar as quantidades de testosterona no corpo. Isso porque os ácidos graxos (gorduras boas) atuam na produção natural desse e de outros hormônios, bem como as gorduras saturadas e o próprio colesterol, quando consumidas de forma moderada.

Portanto, investir em alimentos integrais é a melhor maneira de conquistar novamente os estoques desse hormônio, já que eles equilibram quantidades adequadas destas últimas junto com proteínas e carboidratos.

Ainda, você pode incluir no cardápio diário óleo de peixe em cápsulas, óleo de oliva extravirgem e peixes gordurosos, como salmão, que são alimentos ricos em ácidos graxos. Quanto às gorduras saturadas (ruins), a dica é consumir com moderação e responsabilidade para não provocar o aumento de peso.

No decorrer desse artigo, você vai conferir uma lista completa com os alimentos para aumentar a testosterona naturalmente.

5 – Evite o estresse

Os níveis de cortisol (hormônio do estresse) estão diretamente ligados à produção de testosterona no organismo. Esses dois hormônios atuam no corpo de maneira semelhante a uma gangorra: quando um sobe, o outro desce. Por isso, o ideal é evitar que o cortisol aumente as suas quantidades no organismo e provoque a perda de testosterona.

Sendo assim, se você quer aumentar os estoques desse esteroide, o ideal é evitar o estresse a todo custo. Até porque, ao garantir maiores quantidades de cortisol no organismo, você aumenta também a ingestão de alimentos e, consequentemente, maior ganho de peso e armazenamento de gordura corporal. Todos esses problemas podem afetar diretamente os níveis de testosterona.

Uma dica para driblar o estresse é investir em um cardápio baseado em alimentos integrais, dormir bem, praticar exercícios físicos, dar boas risadas e tentar manter um estilo de vida equilibrado, sempre procurando compensar a rotina de trabalho e estudos com momentos de lazer e atividades relaxantes e prazerosas.

6 – Controle o seu peso

Se você está acima do peso, mais do que qualquer outra coisa, precisa focar primeiro em perder gordura corporal. Isso porque as células de gordura podem aumentar os níveis de testosterona que são transformados em estrogênio. Ou seja, quanto mais gordura, mais estrogênio e menos testosterona.

Além disso, mesmo que de forma menos significante, pessoas que estão abaixo do peso também tendem a ter os estoques desse hormônio reduzidos. Por isso, a dica é controlar o peso para manter níveis adequados de testosterona no corpo e o primeiro passo para aumentá-la.

7 – Alimente-se de forma mais natural

É claro que nem todo mundo mora em um campo ou fazenda para comer alimentos diretos da natureza, mas é possível sim alimentar-se de forma mais natural no dia a dia. Para isso, basta fazer escolhas sensatas na hora de comprar os alimentos e, também, de cozinhar.

Para começar, evite consumir com frequência alimentos processados prontos, como refrigerantes, doces, fastfoods, etc. Em vez disso, inclua mais legumes, vegetais e frutas no seu cardápio para deixar o prato mais colorido e, portanto, mais saudável.

8 – Coma alimentos ricos em vitaminas A, C e D

Inserir alimentos ricos em vitaminas A, C e D na dieta também é uma excelente ajuda para aumentar a testosterona. Vários estudos têm relacionado, em especial, o poder desta última na busca por esse objetivo, seja de forma direta ou indireta, promovida a partir da melhora de outras funções corporais.

A vitamina 3D, que, na realidade, é um hormônio importantíssimo para a saúde, é a que mais auxilia no aumento dos níveis de testosterona no organismo. A vitamina D é produzida naturalmente pelo nosso corpo através do contato com o sol. No entanto, como atualmente estamos cada vez mais distantes da exposição ao ar livre, trancados em escritórios, ficou mais difícil conseguir repor as quantidades da vitamina D3 no organismo. Além disso, quando temos a oportunidade de ficar um tempo ao sol, nos entupimos de filtro solar, evitando que os raios solares consigam sintetizar a vitamina D3 em nossa pele.

Então, a dica é tentar incluir ao máximo a vitamina D na alimentação. São eles: salmão, ovo ou sardinhas. Além disso, também é necessário incluir no cardápio alimentos ricos em vitamina C, um nutriente essencial para ajudar na redução dos níveis de cortisol (hormônio do estresse), que, por sua vez, mantém os níveis de testosterona mais elevados no corpo.

Alguns deles são: laranja, brócolis, kiwi, suco de tomate, morango, goiaba, entre outros. E, por último, consumir vitamina A na sua rotina alimentar também pode ajudar na manutenção da testosterona. Você pode fazer isso através de alimentos como manga, tomate, espinafre ou óleo de peixe, por exemplo.

9 – Insira vegetais crucíferos na alimentação

Alguns vegetais crucíferos, como é o caso do repolho e do brócolis, possuem fitoquímicos em sua composição nutricional chamados de índole-3-carbinol. Estes nutrientes auxiliam na redução dos níveis de estrogênio no corpo, o que significa que pode ajudar a aumentar os de testosterona.

10 – Corte o açúcar

Muita gente não sabe, mas a ingestão exagerada de açúcar, especialmente do tipo refinado, também pode prejudicar os níveis da testosterona no organismo, além de causar os outros problemas à saúde. Por isso, se você quer aumentar os estoques desse esteroide no corpo de forma rápida e natural, evite alimentos que contenham grandes quantidades de açúcares em sua composição, como doces e refrigerantes.

Além disso, como você já leu anteriormente, perder peso é uma forma de aumentar o nível de testosterona, o que significa, mais uma vez, que cortar ou reduzir dramaticamente a ingestão de açúcar é uma excelente atitude.

Neste sentido, também é necessário tomar cuidado com a frutose, o tipo de açúcar escondido por trás da obesidade atualmente. Para reduzir a ingestão de frutose, elimine da dieta alimentos processados e bebidas prontas, além de carboidratos refinados encontrados em pães, cereais matinais, waffles e pretzels.

11 – Não coma soja

Vários estudos têm apontado que o consumo de soja aumenta os níveis de estrogênio (hormônio feminino) no corpo, o que, consequentemente, reduz os de testosterona. Portanto, a dica é optar por consumir outras fontes de proteínas, já que, além de atrapalhar o seu objetivo neste sentido, também pode causar outros problemas à saúde.

12 – Inclua zinco no cardápio

O zinco é um mineral extremamente importante para quem quer aumentar os níveis de testosterona no corpo. Para se ter uma ideia, vários estudos comprovaram a relação entre baixos níveis de zinco e baixos níveis de testosterona. Isso porque o zinco possui o papel fundamental de se ligar aos receptores androgênicos, auxiliando na manutenção das quantidades de testosterona no organismo.

Portanto, quando esse mineral encontra-se em deficiência no corpo, há uma redução na expressão dos receptores androgênicos e, por conseguinte, a síntese de testosterona nas células. Inclusive, em um desses estudos, idosos com deficiência de zinco conseguiram aumentar as quantidades de testosterona após terem suplementado pelo período de seis meses com este mineral.

Para incluir o zinco na sua dieta, basta investir em alimentos como ostras (seis unidades são o suficiente para potencializar a produção de testosterona), ovos, queijo, feijão, peru, arroz integral ou iogurte. Também existem bons suplementos no mercado de nutrição que podem ajudar nesse objetivo.

13 – Consuma magnésio

Ainda dentro do time dos minerais essenciais na busca pelo aumento da testosterona, o magnésio também pode contribuir especialmente com a síntese proteica. Como assim? É simples! Alguns primeiros estudos, datados por volta de 1992, indicaram que este mineral, quando suplementado por 7 semanas, levou ao aumento nos níveis de testosterona nas cobaias, que não tinham experiência de treinos.

Já em pesquisas mais recentes, de 2011, 30 jovens (sendo 10 sedentários e 20 praticantes da modalidade de luta taekwondo) tomaram uma suplementação de magnésio durante uma semana nos jovens atletas. Um estudo divulgado no mesmo ano também comprovou que o magnésio pode ajudar a elevar não só os níveis de testosterona como também os níveis de IGF-1 de idosos com uma média de idades de 74 anos.

Inclusive, o magnésio, sob a forma do sal cloreto de magnésio também traz outros benefícios à saúde, além de ajudar a aumentar a testosterona, como relaxamento muscular, regulação da pressão sanguínea, produção de insulina, regulação da ansiedade, depressão e estresse, entre outros.

14 – Comece a ingerir mais Ômega 3

Como você já leu nos parágrafos anteriores, as gorduras (boas ou ruins) têm um papel fundamental na produção de testosterona. Neste sentido, uma das melhores fontes de gorduras para elevação dos níveis desse hormônio é o Ômega 3, presentes em alimentos como óleos de peixe, óleo de linhaça ou óleo de fígado de bacalhau, por exemplo. Isso porque esse nutriente está ligado à produção do hormônio luteinizante, que faz com que os testículos ou ovários produzam mais testosterona.

15 – Durma bem

A maioria das pessoas que sofre com baixos níveis de testosterona não dorme muito bem. Isso porque boas noites de sono, de qualidade e suficientemente longas (entre 7 e 8 horas), tem uma influência significativa no aumento desse hormônio, uma vez que a sua produção maior se dá durante o sono.

Para que você tenha ideia da importância do sono para a manutenção da testosterona e, também, dos hormônios de crescimento, um estudo feito pela Universidade de Chicago constatou que homens que passaram menos de 5 horas dormindo por 7 noites seguidas produziram taxas de 10% a 15% menores desse hormônio do que pessoas que dormem normalmente.

Ainda, como você já leu anteriormente aqui nesse artigo, não dormir bem pode aumentar as quantidades de cortisol no organismo, o hormônio do estresse, o maior inimigo da testosterona, além de causar o aumento de peso, outro fator negativo para quem quer atingir esse objetivo. Portanto, a partir de hoje, se o que você deseja é aumentar os níveis desse esteroide, comece a dormir pelo menos 8 horas por dia.

Uma dica que pode ajudar a melhorar a qualidade das suas noites de sono é desligar todos os computadores e dispositivos eletrônicos, como o celular, do seu quarto, sempre uma hora antes de ir para a cama.

16 – Evite ou pare o consumo de bebidas alcoólicas

Se você não dispensa aquela cervejinha do fim de semana ou qualquer outra bebida alcoólica, saiba que o álcool pode afetar o aumento da testosterona. É claro que beber com moderação, especialmente vinhos, pode até auxiliar na melhor produção desse hormônio. No entanto, beber em excesso pode causar o efeito contrário, além de prejudicar outras funções corporais.

Isso acontece porque o álcool em excesso na corrente sanguínea, bem como de outras drogas, pode intensificar o processo de conversão de testosterona em estrogênio, reduzindo os estoques desse primeiro no organismo. Portanto, se aumentar a testosterona é uma prioridade para você neste momento, evitar beber ou diminuir a frequência e quantidade de bebidas alcoólicas poderá te ajudar a alcançar mais rapidamente esse objetivo.

17 – Não fume

O tabagismo é um dos grandes inimigos da testosterona. É claro que não é segredo para ninguém que a enorme carga de substâncias químicas presentes nos cigarros causa inúmeros males à saúde, assim como um completo desregulamento do sistema hormonal, o que, como você já deve imaginar, inclui a produção de testosterona.

E diferente das demais formas de aumentar a testosterona listadas aqui, o hábito de fumar não dá espaço para conciliação quando o assunto está relacionado a hormônios. A única saída é parar! Níveis adequados de testosterona só poderão ser alcançados com o abandono do tabagismo, ou ao menos com sua redução dramática.

18 – Evite a cafeína

Para quem não vive sem tomar aquele cafezinho pela manhã ou à tarde, saiba que ele também pode estar afetando a produção de testosterona pelo seu corpo. Isso porque a cafeína, substância principal da bebida, provoca um aumento nos níveis de cortisol (hormônio do estresse), o que, como você já sabe, afeta a produção da testosterona. É claro que uma xícara de café pela manhã não prejudicará tanto no seu objetivo de aumentar a testosterona, mas o consumo constante ao longo do dia pode atrapalhar bastante.

Além disso, ingerir muita cafeína também pode prejudicar o sono, outro fator que pode influenciar no declínio dos estoques de testosterona. Se você é viciado (a) em cafeína, em vez do café, experimente um chá de ervas, se você tem que ter algo quente para beber. Como um benefício adicional, você vai dormir melhor à noite.

19 – Priorize o descanso

Lembra quando falamos mais acima sobre praticar atividades físicas para aumentar a testosterona de forma natural, mas sem exagerar? Pois bem! Manter o descanso também é primordial para quem está buscando esse objetivo, já que treinos exagerados podem afetar a produção desse hormônio.

Por isso, procure ter pelo menos dois dias completos de descanso por semana. Se não for possível, ao menos um dia já ajudará.

Outra dica importante para os seus dias de descanso é evitar locais barulhentos, além de procurar desligar a TV/som que ficam ligados apenas como barulho de fundo enquanto você descansa. Isso porque esses ruídos tendem a aumentar os níveis de estresse sem você perceber, o que influencia negativamente no aumento da testosterona.

Em vez disso, aproveite os momentos de silêncio ou, se quiser fugir do tédio, invista em bons livros para colocar a leitura em dia e, de quebra, fugir das preocupações da rotina.

20 – Tome sol

Também não é novidade para você que a vitamina D precisa estar presente na sua rotina para aumentar a testosterona, certo? Por isso, além de inserir alimentos ricos nesse nutriente na sua dieta daqui para frente, comece também a tirar um tempinho do seu dia para tomar sol. A exposição solar tem o papel fundamental de promover a melhor absorção da vitamina D presente no cardápio pelo organismo.

Por isso, tente se expor ao sol diariamente, antes das 11h e depois das 16h, durante pelo menos 30 minutos ou uma hora. Esse hábito será uma boa forma de como aumentar a testosterona naturalmente.

21 – Não aqueça a comida dentro de plásticos

Com a correria do dia a dia, o microondas tornou-se um dos aparelhos mais usados para facilitar a rotina alimentar, bem como os alimentos e utensílios de cozinha destinados a esse fim, geralmente fabricados com plásticos.

A má notícia é que os plásticos, quando aquecidos, podem soltar substâncias chamadas BPA, que imitam estrogênio. E, como você já sabe, quanto mais estrogênio no seu corpo, menos testosterona.

22 – Tenha uma postura dominante

Talvez você não faça ideia disso, mas manter uma postura boba, insegura ou introvertida (aquela típica de entrevistas de emprego, sabe?), pode afetar a produção hormonal pelo corpo, inclusive, da própria testosterona.

Um estudo feito por uma pesquisadora de Universidade de Harvard chamada Amy Cuddy mostrou que você expõe na sua postura corporal o que você sente, e vice-versa. Ou seja, a sua postura corporal pode influenciar diretamente em fatores físicos, comportamentais e psicológicos.

Nesta mesma pesquisa, Amy analisou vários testes com pessoas que foram orientadas a se posicionar em “posições de alto poder” e, em seguida, em “posições de baixo poder”. Até amostras de saliva foram testadas antes e depois dos voluntários se posicionarem.

A conclusão foi que uma postura poderosa pode aumentar os níveis de testosterona, reduzir o cortisol e elevar a sensação de poder e tolerância a riscos, ao contrário de quem adota uma postura fraca. Algumas técnicas que podem te ajudar a alcançar essa postura poderosa é levantar os braços em tom de comemoração, fazer o “V” de vitória com os dedos ou imitar a posição de gorila, batendo nos peitos.

E se você não estiver disposto (a) a praticá-las, pode pelo menos evitar andar com a cabeça baixa, corcunda ou desviar o olhar quando olharem para você. Fica a dica!

23 – Faça sexo

A atividade sexual frequente talvez seja a forma mais eficiente entre todas listadas anteriormente para aumentar a testosterona naturalmente. Inclusive, diversos estudos recentes têm demonstrado que os níveis desse esteroide são potencializados nos dias em que homens ou mulheres mantêm relações sexuais.

Isso porque o sexo estimula a liberação de um hormônio chamado oxitocina, que possui o papel fundamental de liberar endorfinas naturais (que nada mais são que químicos estabilizadores do humor) na corrente sanguínea. Portanto, ao praticar relações sexuais mais vezes na rotina poderá ajudar o seu corpo a atingir um relaxamento intenso e propício ao sono, dois outros fatores que ajudam no aumento da testosterona.

Além disso, lembra quando falamos que uma postura de poder também pode ajudar na elevação dos estoques desse esteroide no organismo? Pois bem! Neste mesmo sentido, fazer sexo pode ajudar a alcançar essa postura, uma vez que a pessoa está em um clima positivo antes de um encontro – com outra pessoa – em que existe uma sensação antecipada de vitória.

24 – Fuja da depressão e ansiedade

A depressão e a ansiedade são as doenças do século! E, além de trazerem inúmeros efeitos ruins à saúde física e psicológica, e também à vida social, essas doenças também podem afetar drasticamente os níveis de testosterona no organismo.

Portanto, se você desconfia que possa estar sofrendo com algum desses quadros e realmente quer muito aumentar os estoques desse hormônio, procure ajuda profissional o quanto antes. Lembre-se que uma boa saúde psicológica é primordial para atingir o seu objetivo e qualquer melhora que você conseguir poderá melhorar também o aumento da testosterona no seu corpo.

25 – Cuidado com alguns medicamentos

Poucas pessoas sabem, mas o uso de alguns remédios podem causar baixos níveis de testosterona. Dentre eles, nós podemos citar os opioides (que são analgésicos mais fortes) e também esteroides anabolizantes, que muitos homens e mulheres recorrem para ganhar músculos mais rapidamente, inclusive quando estão com deficiência desse hormônio no corpo.

Por isso, se você usa algum desses tipos de medicamentos, o ideal é interromper a toma (se for possível e permitido pelo seu médico) para ajudar no aumento da testosterona. Em vez disso, deve-se conversar com o seu médico e falar sobre o seu objetivo e, também, sobre as possíveis alterações no medicamento utilizado ou em sua dosagem para conquistá-lo.

26 – Beba água

Beber água também está entre as melhores formas de aumentar a testosterona naturalmente. Isso porque, quando você não tem o hábito de tomar água em quantidades suficientes para o seu corpo, o sistema hormonal costuma produzir menos esse esteroide, menos HGH (hormônio do crescimento) e, também, reduzir a produção de dopamina (hormônio do prazer).

Por isso, se você quer conquistar maiores quantidades de testosterona, comece agora mesmo a beber água. Como fazer isso? É fácil! A dica é beber água sempre que sentir sede, tomar 2 copos ao acordar, 2 antes do almoço, 2 antes da janta e, ainda, 2 copos antes de dormir.

Uma dica é prestar atenção na cor da sua urina. Ela deve ficar clara, mas não muito. Isso porque urina clara demais pode significar uma sobrecarga do seu sistema renal. Então, procure sempre observar!

Quais os melhores suplementos para aumentar a testosterona?

Muitas pessoas, por desejarem resultados mais rápidos no aumento da testosterona, acaba recorrendo a suplementos alimentares que prometem milagres para quem quer conseguir esse objetivo.

Neste sentido, a suplementação de testosterona que não seja natural tornou-se polêmica, com especialistas que defendem que esses produtos fazem pouquíssimo efeito e, ainda, podem aumentar o risco de prejudicar ainda mais a capacidade corporal de produção autônoma desse esteroide.

Por outro lado, há pessoas que utilizam esses suplementos para aumentar a testosterona e defendem bons resultados no corpo e melhora da qualidade de vida. A seguir, nós vamos listar alguns dos mais conhecidos no mercado de nutrição.

Alguns deles possuem compostos manipulados que já vêm com substâncias capazes de aumentar a testosterona naturalmente, como Eurycoma Longifolia, Mucuna, Feno Grego, Tribulus Terrestris, entre outros.

Mas atenção! Esse artigo é apenas informativo. Por isso, o ideal é procurar um médico endocrinologista antes de começar a suplementação com quaisquer desses produtos. Confira quais são eles:

Confira 40 alimentos que podem potencializar o ganho de testosterona

A boa notícia é que a nossa natureza também traz alimentos que ajudam a aumentar a testosterona naturalmente, que podem ser muito mais seguros do que qualquer remédio ou suplemento com esta mesma função. Confira, a seguir, uma lista completa com os melhores alimentos para aumentar a testosterona naturalmente, com as vitaminas e minerais necessários para a produção desse esteroide:

  1. Abacate;
  2. Ovo (com as gemas);
  3. Couve
  4. Banana;
  5. Aspargos;
  6. Alho;
  7. Mel;
  8. Melancia;
  9. Atum;
  10. Amêndoas;
  11. Óleo de coco refinado;
  12. Azeite de oliva extravirgem;
  13. Óleo de fígado de bacalhau;
  14. Romã;
  15. Nozes;
  16. Espinafre;
  17. Brócolis;
  18. Alface;
  19. Couve;
  20. Couve-flor;
  21. Aveia;
  22. Carnes vermelhas e magras;
  23. Castanhas;
  24. Azeitonas;
  25. Canela;
  26. Sementes de girassol;
  27. Tomate;
  28. Laranja;
  29. Maracujá;
  30. Ostras;
  31. Peixes;
  32. Cebola;
  33. Limão;
  34. Acerola;
  35. Morango;
  36. Abóbora;
  37. Pimentão;
  38. Repolho;
  39. Feijão;
  40. Manga.

Gostou desse artigo? Confira abaixo uma seleção de posts publicados em nosso portal:

 

Recomendados Para Você:

49 Comments

  1. Muito bom artigo sobre testosterona, vou seguir essas dicas porque já estou com 31 anos, a corrida já pratico junto com exercícios em casa falta agora corrigir a alimentação e a suplementação, tenho que ver esse somatodrol, mais enfim o artigo vai ajudar muitas pessoas com essas dicas.

  2. ja estou com 67 e ainda bato um bolão. Nunca precisei usar viagra ou cialis e nem esses suplementos com testosterona. Sabe o que é bom mesmo? Uma mulher sexy e vc nem precisa se preocupar com essas coisas de testa torrona

    • Larga de ignorância, após os 50 tudo começa a despencar!

    • Falou tudo a mulher sexy e boa de cama realmente é espetacular ajuda muito

    • kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Delícia queria vc , tenho 44 anos e sou louca por homens mãos velhos. Parabéns vc deve ser demais

    • Kkkkkkkkk..pensa num veinho porreta

    • Pode até ser, se você foi criado com boa alimentação, apesar que a partir dos cincoenta já pode procurar um médico.

    • KKKK, tá bom!!! Ou então um bofe bem gostosão, não é mesmo? kkk

    • tenho 58 anos, com corpo de 30 e aparencia de 40, só na minha cidade já fiquei com 648 mulheres diferentes, e a que menos eu repeti foi 4 vezes, outras estou a mais de 6 anos, quero completar as 700 e depois só vou ficar com as escolhidas e nunca tomei nada e tem dia que fico com 3, uma de manhã, outra depois do almoço e a ultima qdo vou pra casa, isto quando minha esposa não quer dar uma, e todas elas viajam e muito. Um organismo bom, bem tratado e usado com frequência, o próprio corpo repõe e ou aumenta a quantidade de testosterona de acordo com a demanda.

      • As pessoas estão confundindo ad informações, o artigo nao ta falando de potência de sexo, mas mudança corporal.

      • parece com histórias contada por pescador

      • KKKKKK Queria eu ter tempo pra passar o tempo só trepando. Mas parabéns, se for verdade o que diz, ou vc é um psicopata ou é viciado em sexo. Sem falar do mau-caratismo de trair a esposa.
        O mundo dá muitas voltas e tudo que entregas ao mundo será ressarcido em dobro.
        Você é digno de pena. Deus tenha misericórdia de você. E olha que não sou evangélico e nem vivo na igreja. Mas seu caso é sério e merece atenção, devido a vir num site sobre suplementação falar sobre sexo exacerbado.

      • É bom sonhar, não é Beto? esse seu desempenho aí só pode ser em sonhos meu amigo, homem nenhum consegue ter mais de duas ou três ejaculações numa só transada, é impossível, o máximo que já tive notícia é de até seis, mas num dia inteiro na cama, 24horas de sexo direto. ou então vc é parente do Clark Kent, conte essa história pra outros.

        • pois é meu sogro!! ele deve ser o Clark Kent kkkkkkkk.

        • Ba cara nessa de ejacular mais d tres vezes numa transa eu discordo d vc, eu mesmo posso afirmar q e possivel pois eu namorei uma garota q foi a primeira q posso dizer q a quimica bateu. A gnt chegava a transar ate umas 5x no dia. Era tao loco q era so ela chegar perto q o negocio ja ficava de pé. Pena q nada e pra sempre. Acabamos brigando e n achei ninguém igual.

      • Deve ter ficado enchendo a porra da paciência delas kkkkkkk ou então acordou e viu que tudo era um sonho…… Pô coroa!!!! Na boa, até o highlander vai sentir inveja de você.

      • Hatah tem um pinto atômico então… Avaaaaa …. Cada uma que a gente vê viu!!!!

      • Rapaz. Fala pra nos qual a sua cidade que é para passarmos encostados nos muros. hehehehe!!!! Brincadeiras a parte, o artigo é muito interessante, homens com baixa taxa de testosteronas tem maior probabilidade de desenvolver câncer na próstata. Fiquem espertos, a coisa é séria e depois dos 40 é que a coisa começa a aparecer.

    • Então o que tu tá fazendo num site pra saber como aumentar a testosterona kkkk cada uma viu. Tenho 26 e já me sinto com 68 , foda essa geração de amburger e batata frita tá me matando , mas vou mudar .

      • Isso aí Diego! A mudança de hábitos alimentares e a prática de exercícios físicos com a redução de peso ajuda e muito.
        Tenho 46 anos e estou sentindo a diferença depois que tomei vergonha na cara e mudei meus hábitos. Estava com 105kg e quase “infartava” pra dar uma com a patroa. Agora meu amigo, são pelo menos umas duas sem cansaço e de boa!!! Mas igual ao Beto, acho que ninguém aqui kkkkkkkkkk Acho que até o kid bengala vai pegar umas dicas com ele rsrsrsrs

    • e isso ai amigo

  3. concordo amigo, vc esta correto e vou mais além: uma mulher nem tão sexy, mas que seja disposta e criativa de forma a apimentar a relação.
    O problema é: que aos 67 anos ter uma mulher sexy e disposta a sexo é coisa de loteria…kkk

  4. O SOMATODROL não possui mais em sua formula a arginina e a ornitina (no caso de dúvidas liguem para o laboratório deles e perguntem) que são os responsáveis por estimular a produção da testosterona…..
    ATUALIZEM O SITE!!!!!!!

  5. Lembrando q o principal efeito colateral dos medicamentos de reposição hormonal são câncer de próstata e o raro câncer de mama masculino. Portanto é indispensável o acompanhamento médico.

  6. Gente, cuidado com o que vocês escrevem e cuidado com o que vocês lêem. Durateston é uma droga apresentada em veículo oleoso para ser admistrada por via intramuscular profunda e NÃO INTRAVENOSA como colocado aí na matéria. De forma alguma ele pode circular por veias e artérias. Inclusive, ao perfurar a carne, antes de injetar o medicamento, deve-se puchar a o êmbolo da seringa um pouco para averiguar se não vem sangue, o que significaria que pegou-se um vaso sanguíneo, nesse caso de retirar a agulha e aplicar em outro local, fazendo o mesmo procedimento preventivo.

    • Parabéns, eu mesmo não teria atentado para a sua observação se não tornasse a ler novamente, certíssimo, hormônios sintéticos já mais poder ser ministrado intra-venal, pode levar ao óbito.

  7. Devido as diversas opnioes fica a duvida… somente com acompanhamento médico, jamais comprar e utilizar sem orientação médica.

  8. Leonardo Henrique Pereira Silva (Facebook)

    A Maca Peruana, científica mente, também, auxilia, junto da elevação da taxa de testosterona?

  9. Não aconselho você fazer reposição hormonal. Procure um médico recomendado e faça exame de saliva para ver quais você necessita e ele vai ser modulado de acordo sua necessidade. Se você consumir hormônio, poderá acarretar vários problemas a sua saude. Este processo chama-se “Modulação Hormonal”.

  10. Que nojo esse vei é louco precisa de hospício

  11. Estou com 50 anos, faço reposição hormonal para mulheres, gostaria de incluir a testosterona na reposição hormonal, porque já tomei infrações durante um período e foi bom mesmo com alguns efeitos colaterais. Será que só o tributos resolve ou a injé cão seria melhor. Tenho que estar preparada tenho um gato de 25 anos.

  12. o dificil e encontrar um medico que queira ajudar a mulher menopausada ,acham que ela não deve mas ter sentimentos ,,,porque os nossos sentimentos se acabam com a falta de testosterona e esses hormonios

  13. a tribulos eu sei que não serve pra repor,e mesmo que não tomar nada,,

  14. Aqui se encontram caçadores, pescadores e outros mentirosos….kkkkkk

  15. tô meio preocupado , vou começar a fazer academia.

  16. Acredito que todos vcs tem esse objetivo…Aumentar a auto estima e o circulo de Amigos (as)….Saude elevada….Mas exagero só leva a um fator de morte subita….Tambem tenho ciência que a testosterona eh um importante regulador corporal ….Eu mesmo tenho falta dele mas por não ser casado os médicos não fazem o tratamento…Resultado corpo debilitado e gordura alta e depressão….O resto eh consequência qdo vcs repõem e tratam os excessos….Abraços…

  17. O VEIO SAFADO, VAI FICAR COM O PINTO DESGASTADO. KKKKKKKKK COMER 4 VEZES MULHER RUIM É MUITO MAU GOSTO.

  18. Eu faço academia desde dos 14 anos, e meu corpo é bem definido, eu como de tudo um pouco.

  19. Aqui se ve tanta bobagem, incrivel, fora vendas de remedios caros e paleativos, a causa ninguem vai te contar, idade pesa sim, no mais abracos aos iludidos atraz do desespero por sexo, ficou velho? Vai curtir a familia, o melhor e ponto…

  20. Tenho 53 anos e já sinto “dobrar o Cabo da Boa Esperança”! Preciso urgentemente desses suplementos aí! E ainda, tirar a esteira elétrica do quartinho de despejo! KKKKKKKKKKK!

    • Tenho q concordar com o beto n na cervegoice kkk mas sim no abito de fazer sexo diariamente isso faz com que corpo se acostume e produzir testosterona suficiente pra supri as necessidades diaria a gente e preciso q a esposa seja extremamente ativa e faça sua parte tem mulher q e morta n cama e coloca a culpa n marido ai Ja viu (água de poço e difícil beber todo dia neh)

  21. Testosterona tem que estar alto para manter a saúde no geral é quanto ao sexo relacionados a idade todo homem saudável apaixonado pela sua parceira faz sexo normal como se tivesse 20 anos , a diferença entre novo velho nisso e q após uma idade não é com qualquer coisa q anime pois já viveu muitas coisas já teve inúmeras mulheres então para fazer gostoso mesmo só com alguém que lhe agrade até com formato do pé ! Entenderam? Ex como uma pessoa com 50 anos tivesse quase todos tipos de carros na vida e então alguém lhe oferece-se uma volta no seu simples carro e aí essa pesssoa não iria ou iria com pouca vontade certo ,porém se oferece uma volta em carrão de seu sonho iria muito muito animado aí vcs já entenderam né ?

  22. Sem mentiras ne beto, qual e essa cidade onde existe tanta mulher besta pra vc enganar 648 delas? e mais, bato uma bronha por dia e sou magro quando batia 3 por dia era bem sequinho, quase um esqueleto heheh… se vc trepasse tanto quanto diz e com a idade que tem ja teria partido dessa pra melhor, ou dessa pra pior ja que vc curte contar umas mentirinhas inocentes kkk

  23. Ernades pires de Oliveira

    Tenho 65 anos, não bebo não fumo e sempre pratiquei esporte.
    tenho que transar pelo menos uma vez por dia pois sou viciado em sexo desde jovem, nunca tomei Viagra, apenas tenho alimentação saudável rica em zinco vitamina e licopeno e complexo b. Minha libido é terrível, não posso ver mulher; Comedores de hambúrguer e consumidores de álcool, tabaco e anabolizantes para musculação broxam antes dos 40 anos. Pobres coitados.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *