O que é e para que serve a avaliação física?

Avaliação física

Você finalmente resolve levantar-se do sofá e entrar na academia, e descobre que é obrigatório realização uma avaliação física antes de poder levantar pesos e fazer exercícios. Não raras vezes, pensamos que isso é apenas uma etapa burocrática, mas a verdade é que a avaliação física é absolutamente essencial para a correta avaliação e elaboração de um programa de treinos.

Ele é necessária para determinar a condição físcia atual, possíveis limitações e, ainda, serve como uma forma de avaliação do estado físico no momento de início, podendo servir como referência para comparação dos ganhos em uma avaliação física futura.

Por isso, ela é essencial não apenas no momento de início das atividades, mas de forma recorrente, a cada determinado período de meses. Isso garante que sempre haja uma avaliação com critérios objetivos sobre a eficiência do treinamento e a condição física do praticante.

Saiba mais sobre a avaliação física, o que ela mede, e qual sua importância para uma prática segura de atividades físicas, especialmente a musculação:

Quais são os critérios avaliados em uma avaliação física?

Uma avaliação física completa determina uma série de fatores. Algumas vezes, são realizadas avaliações um pouco mais simples, especialmente nos testes de força e resistência, para que os ajustes sejam feitos durante a elaboração do programa de treinamento.

Em geral, a avaliação começa pelas mensurações físicas típicas. Peso, altura, dobras cutâneas, circunferências e percentual de gordura são os principais testes realizados. Além disso, uma análise de postura e de histórico médio, incluindo possíveis contraindicações e limitações são essenciais.

Mede-se, ainda, a capacidade cardio-respiratória, a força e a resistência do indivíduo. Para completar o rol de informações necessárias para o desenvolvimento de um programa de treinamento, determina-se qual o objetivo do indivíduo.

Como e quando devem ser realizadas as avaliações?

As avaliações físicas sempre devem ser realizadas por um profissional capacitado – em geral, uma pessoa graduada em Educação Física. Este profissional será responsável não apenas pela mensuração dos parâmetros, mas pela escolha do método de avaliação e, sobretudo, pelo desenvolvimento inicial de um plano de treinamento e sugestão de mudanças alimentares básicas que favorecem a obtenção dos resultados desejadas.

A avaliação física deve ser feita, inevitavelmente, antes do início da da atividade (antes do primeiro dia de academia, por exemplo), e retomada periodicamente ao fim de cada ciclo de treinamento realizado. Isso significa que se for estabelecido um plano de oito semanas para a primeira etapa do treinamento, deve-se fazer uma nova avaliação física ao fim destas oito semanas.

Isso permite que seja feita uma avaliação correta a respeito do desenvolvimento do corpo e das condições físicas da pessoa. Não realizar este tipo de avaliação pode levar a conclusões precipitadas e a uma escolha inadequada do próximo ciclo de treinamento.

Qual a importância da avaliação física entre ciclos

Fazer uma avaliação física completa ao final de um ciclo garante que o próximo passo seja ainda mais eficiente do que o primeiro. Se você chegar à academia com  84kg com o objetivo de emagrecer até os 80 kg, por exemplo, e descobrir que ao final do ciclo planejado está com 83kg, pode pensar que o plano deu errado.

No entanto, é possível que você tenha perdido muita gordura e ganho bastante massa magra, fazendo com que seus 83 kg sejam muito mais saudáveis do que os 80 originais que planejava atingir. No entanto, é impossível saber disso sem a avaliação de percentual de gordura, circunferências e outros testes. É por isso que ser periodicamente avaliado de forma completa é absolutamente essencial. Nunca abra mão de fazer o exame e sempre solicite ao responsável por seus programas para que haja uma avaliação a cada novo ciclo de exercícios.

Recomendados Para Você:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *