Stendra (ou o “novo Viagra”): saiba tudo sobre esse medicamento

Antes de ler esse artigo, tenho uma pergunta para você: Você tem interesse em demorar muito mais na cama? Quer saber o segredo dos atores pornô e deixar sua mulher LOUCA DE TESÃO? Clique aqui e assista ao vídeo.

A disfunção erétil (DE), ou impotência sexual, é um problema comum que afeta muitos homens e pode estar relacionada com fatores fisiológicos e psicológicos. Stendra é o mais novo medicamento disponível no mercado que garante uma solução mais rápida para solucionar o problema de impotência. Confira neste artigo tudo sobre o Stendra!

Para a sorte dos homens, a indústria farmacêutica ao longo dos anos vem desenvolvendo medicamentos eficazes para solucionar o problema da disfunção erétil. E o mais conhecido entre eles e que já está no mercado há mais de 20 anos é o famoso Viagra.

Que tal dar uma olhada nos mais utilizados medicamentos para disfunção erétil e conhecer o Stendra, o mais novo deles, e que promete ser o melhor de todos?

Viagra (sildenafil)

O popular “azulzinho”, estimulante sexual capaz que garantir ereções mais prolongadas e aumentar o apetite sexual, mexeu com a cabeça dos homens e revolucionou o sexo em 1998 quando foi lançado pela Pfizer. O pavor constante que povoava a cabeça dos homens de não conseguirem manter uma ereção duradoura o suficiente para uma relação sexual prazerosa havia acabado.

Inicialmente o Viagra foi produzido para tratar angina em homens e mulheres. Entretanto, após alguns relatos de homens afirmando que tinham ereções mais duradouras após tomarem o medicamento, o fabricante passou a testá-lo para esse fim específico. E a partir daí, o Viagra passou a ser utilizado para a impotência sexual.

O Viagra, quando existe um estímulo e excitação, aumenta o fluxo sanguíneo no pênis, o que faz com que as ereções sejam mais intensas e duradoras. Vale ressaltar que ele não gera ereções indesejadas e sem estímulos.

O Viagra demora, em média, de 30 a 60 minutos para fazer efeito e sua ação no organismo pode variar entre 1 a 4 horas. A sua dosagem também pode variar, devendo ser prescrita pelo médico. Possui alguns efeitos colaterais, entre eles hipotensão.

Levitra (vardenafil)

Assim como o Viagra, o Levitra não gera ereções indesejáveis sem estímulos. Deve ser tomado apenas uma vez ao dia e pode ser utilizado por homens mais velhos que apresentem problemas de saúde como diabetes, hipertensão e colesterol elevado.

O Levitra age como outros medicamentos usados para a disfunção erétil, aumentando o fluxo de sangue nos pênis. Seus resultados podem ser sentidos entre 30 e 60 minutos após ser ingerido e sua ação pode durar de 1 a 4 horas no organismo. Entre seus efeitos colaterais, a dor de cabeça e a vermelhidão no rosto são os mais notados.

Cialis (tadalafil)

Conhecido como o Viagra do fim de semana, o Cialis é um dos medicamentos mais utilizados no mundo por ter uma duração de até 36 horas no organismo. Se, durante esse período, ocorrer uma estimulação sexual, o medicamento irá agir nos vasos sanguíneos do pênis, levando-os ao relaxamento e ao aumento do fluxo em seu interior, o que fará com que o homem tenha uma ereção e uma relação sexual prazerosa.

Os efeitos do Cialis podem ser sentidos após 30 minutos de sua ingestão e, assim como os outros medicamentos para disfunção erétil, não gera ereções indesejáveis. Alguns homens relataram efeitos colaterais como fadiga, boca seca e visão turva, enquanto outros nada sentiram.

Stendra (avanafil)

Pois bem!

O Stendra é o mais novo medicamento do mercado para potencializar a ereção e tratar a disfunção erétil. Aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) desde 2012, ainda é pouco conhecido no Brasil.

O princípio ativo do Stendra pertence ao grupo de inibidores da enzima PDE5, assim como os outros medicamentos para tratar a disfunção erétil. Ao impedir a ação da enzima, ocorre um maior fluxo sanguíneo no pênis, o que faz com que o homem tenha uma ereção mais intensa e duradoura.

Homens em que faixa etária podem tomar o Stendra?

Em estudos clínicos feitos com o Stendra onde 23% dos homens tinham 65 anos ou mais, não foram notadas diferenças na eficácia em comparação com homens mais jovens. Quanto à dosagem, pode haver alguns ajustes que devem ser feitos de acordo com uma avaliação médica sobre as condições gerais de saúde.

Efeitos colaterais do Stendra

Assim como os outros medicamentos para a disfunção erétil, o Stendra pode apresentar alguns efeitos colaterais. Entre eles estão:

  • Dores de cabeça e nas costas;
  • Dispepsia;
  • Náuseas;
  • Infecções respiratórias;
  • Sonolência;
  • Tonturas.

Stendra e o consumo de álcool

Como outros medicamentos inibidores da enzima PDE5, incluindo o Stendra, tanto quanto o álcool, atuam como vasodilatadores. Partindo do princípio que a ingestão de quantidades elevadas de álcool diminui o fluxo sanguíneo dentro do pênis, seria uma contradição tomar o Stendra e álcool para obter uma ereção satisfatória.

Para obter todos os benefícios que o Stendra proporciona, o álcool deve ser evitado ou, pelo menos, controlado na sua ingestão cuidadosamente.

Além disso, o álcool, assim como o Stendra, reduz a pressão arterial. Mais de três doses de álcool ingeridas podem interagir com o Stendra e acentuar ainda mais a queda da pressão arterial. Com isso, o homem poderá sentir tonturas, dor de cabeça, desmaios e até mesmo palpitações.

O uso de álcool com o Stendra, além de ser potencialmente perigoso, não irá melhorar em nada a disfunção erétil, muito menos o desempenho sexual.

Dose do Stendra

A dosagem do Stendra, como de outros medicamentos para a disfunção erétil, deve ser prescrita pelo médico. A princípio, a dose inicial do Stendra é de 100mg, tomada ao menos 15 minutos antes da relação sexual. Com base na tolerabilidade e eficácia, a dose pode ser aumentada para 200mg, também tomada 15 minutos antes da relação, ou diminuída para 50mg, e tomada 30 minutos antes.

Quem não pode tomar Stendra?

O Stendra não deve ser administrado em homens que:

  • Utilizem medicamentos que contenham nitrato;
  • Alérgicos ao avanafil ou a outro componente do Stendra;
  • Usarem drogas que contenham nitrato de anila e nitrato de butila.

Stendra e outros medicamentos para a disfunção erétil

O Viagra foi o primeiro medicamento para tratar a disfunção erétil e depois dele surgiram outros como já falamos anteriormente. Os efeitos desejados podem ser obtidos utilizando qualquer um deles. O importante é avaliar com qual o homem se adapta melhor.

O Stendra apresenta algumas vantagens sobre os seus “concorrentes”: enquanto eles levam de 30 a 60 minutos para fazer efeito e duram por até 4 horas, o Stendra começa a agir em 15 minutos e pode ter uma ação de até 36 horas.

Recomendados Para Você:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *