Cafeína: 4 benefícios para a saúde do homem

Antes de ler esse artigo, tenho uma pergunta para você: Você tem interesse em demorar muito mais na cama? Quer saber o segredo dos atores pornô e deixar sua mulher LOUCA DE TESÃO? Clique aqui e assista ao vídeo.

Quer saber quais os principais benefícios da cafeína para o organismo do homem? Então confira nesse artigo como aproveitar todas as vantagens que a cafeína proporciona!

O prazeroso cafezinho

Que atire a primeira pedra quem não gosta de um delicioso café para renovar as energias e aumentar o estado de alerta.

A cafeína, substância natural encontrada em folhas, sementes, frutos do café e na noz da árvore da cola (Sterculia accumninata), traz inúmeros benefícios para a saúde, tanto do homem quanto da mulher.

O uso da cafeína remota há 6 mil anos a.C. quando era considerada um elixir e servida em chás pelo líder espiritual Lao-Tsé aos seus discípulos.

Recentemente, vários estudos comprovaram que o consumo diário moderado de cafeína, além de ser um excelente estimulante, proporciona outros benefícios como:

  • Estimular o sistema nervoso central;
  • Ser diurético;
  • Melhorar o desempenho físico;
  • Aumentar a capacidade de concentração;
  • Aliviar as dores e melhora o humor;
  • Melhorar as atividades que exigem um maior estado de alerta como dirigir e pilotar aviões;
  • Evitar a desidratação em atletas.

Benefícios da cafeína para a saúde do homem

Nesse artigo iremos falar especialmente dos benefícios da cafeína para a saúde dos homens. Acompanhe e conheça 4 benefícios que, com certeza, demonstrarão a sua importância para a melhoria da qualidade de vida dos homens.

1. Prevenir a disfunção erétil (DE)

A disfunção erétil (DE), também conhecida como impotência sexual, é a dificuldade constante e persistente de conseguir e manter uma ereção suficiente o bastante para que se tenha uma relação sexual satisfatória.

As causas da disfunção erétil podem estar relacionadas a fatores psicológicos e fisiológicos. Entre os fatores de risco, estão:

  • Tabagismo;
  • Álcool;
  • Diabetes;
  • Alterações hormonais;
  • Doenças cardiovasculares;
  • Hipertensão;
  • Uso de drogas;
  • Alguns medicamentos como os antidepressivos.

Para que o tratamento da disfunção erétil surta efeitos satisfatórios e positivos, é necessário que se investigue a fundo as suas causas, descartando doenças mais sérias como tumor de próstata, por exemplo. Detectadas as causas, o tratamento geralmente é feito com medicação em conjunto com a terapia psicológica.

Porém, uma boa notícia para os homens é que pesquisadores da University of Texas Health Science Center de Houston, Texas, descobriram que os homens que bebem certa quantidade de cafeína por dia, o equivalente a dois ou três copos, são menos suscetíveis a ter disfunção erétil (DE).

Foram avaliados 3,7 mil homens, que responderam um questionário sobre a ingestão do café durante as últimas 24 horas.

Os resultados da pesquisa apontaram que os homens que consumiram diariamente de 85 a 170 miligramas de cafeína tiveram 42% menos chances de sofrer disfunções, enquanto os que ingeriram de 171 a 303 miligramas tiveram menos 39% de chances.

Como já sabemos, uns dos maiores benefícios da cafeína é seu poder estimulante. Dessa maneira, ela age como um vasodilatador, o que auxilia na produção de serotonina, proporcionando uma sensação de bem-estar e euforia.

Assim, os pesquisadores concluíram que os benefícios da cafeína para a melhoria do desempenho sexual podem estar relacionados ao efeito que ela produz ao relaxar músculos e, em especial, as artérias helicinas do pênis, o que permite um fluxo sanguíneo maior ao órgão, facilitando a ereção.

Disfunção erétil (DE) e o diabetes

A pesquisa também revelou que a cafeína conseguiu reduzir a disfunção erétil em obesos, homens acima do peso e hipertensos.

Porém, segundo o analista David Lopez, os resultados não foram os mesmos para os diabéticos. Ainda segundo Lopez, esse resultado já era esperado, uma vez que o diabetes é a principal doença que ocasiona a disfunção erétil.

A pesquisa envolveu outras bebidas como energéticos, refrigerantes, chás e café. Lopez sustenta que os energéticos e refrigerantes possuem muita glicose e substâncias desconhecidas.

Mas Lopez ressalta que o principal responsável pelo diabetes é o açúcar e mesmo os produtos que não o contenham possuem outras substâncias que estão associadas ao câncer.

O Dr. David Lopez esclarece que a pesquisa faz apenas uma relação entre a disfunção erétil e a cafeína, não podendo, portanto, recomendar nenhuma dose diária exata.

2. Melhorar o desempenho físico

O consumo adequado de cafeína aumenta o foco, dá mais energia, aumenta a força e auxilia na queima de gordura durante os treinos dentro e fora das academias.

De acordo com estudos recentes, pesquisadores da Nova Zelândia apontaram mais um dos benefícios da cafeína: aumentar os níveis de testosterona durante os treinos.

A testosterona é um hormônio fundamental para a hipertrofia muscular, podendo potencializar vários processos que auxiliam no ganho de massa e até mesmo na queima de gordura.

Muitos atletas já fazem uso de suplementos pré-treino à base de cafeína para essa finalidade. Porém, nada impede de tomar uma xícara de café antes dos treinos para aumentar os níveis de testosterona.

Outro estudo feito pela Universidade de Illinois, nos EUA, apontou que o consumo de cafeína antes dos treinos, além de dar uma energia extra, diminui a dor causada pelos exercícios físicos.

Segundo os pesquisadores, não importa se o homem (ou a mulher) tem o hábito ou não de tomar café. A cafeína presente em uma xícara de café age diretamente sobre partes do cérebro e da medula espinhal envolvidas no processo da dor.

3. Influenciar na formação dos espermatozoides

O consumo diário moderado de cafeína, em torno de duas ou três xícaras, atua favoravelmente sobre as células de Sertoli.

As células de Sertoli, que se encontram dentro dos testículos, são responsável pelo correto funcionamento do sistema reprodutor masculino, principalmente para o desenvolvimento dos espermatozoides.

As células de Sertoli têm um papel fundamental no desenvolvimento e na maturação dos espermatozoides e de esperma nos testículos, processo complexo conhecido como espermatogênese, que se inicia na puberdade do homem e continua por toda a sua vida.

A produção de espermatozoides, em um homem saudável, nunca cessa, mas diminui com a idade. Portanto, se o homem quiser manter a sua fertilidade durante toda a vida, vale investir em umas xícaras de café todos os dias.

4. Prevenir a calvície

A calvície também afeta as mulheres, mas é muito mais frequente nos homens que sofrem com a queda de cabelos e estão sempre em busca de novos tratamentos. Então, homens, podem ficar mais animados!

Um estudo recente realizado por cientistas da Universidade de Lubeck, na Alemanha, comprovou que a cafeína é capaz de promover o crescimento dos cabelos e prolongar o seu ciclo de vida por conseguir bloquear os efeitos do hormônio DHT, que age dentro dos folículos capilares, desencadeando a morte das células que produzem os fios e, consequentemente, a sua queda.

A Revista Britânica de Dermatologia publicou um estudo de pesquisadores que descobriram que pequenas concentrações de cafeína aplicadas em folículos pilosos extraídos de homens e cultivadas em laboratório contrabalançaram o efeito da testosterona e estimularam o crescimento do cabelo, prolongando o seu ciclo de vida.

Recomendados Para Você:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *