Vascularização: O que significa? Como melhorar?

Antes de ler esse artigo, tenho uma pergunta para você: Você tem interesse em demorar muito mais na cama? Quer saber o segredo dos atores pornô e deixar sua mulher LOUCA DE TESÃO? Clique aqui e assista ao vídeo.

Quando tratamos de ganho de massa muscular, não é raro ignorarmos algo essencial neste processo: a vascularização. Falamos sobre exercícios, rotinas de treino, consumo de proteínas e vitaminas, mas nem sempre pensamos na vascularização como parte do processo.

Vascularização

Os vasos sanguíneos são o caminho que o sangue necessita para chegar aos músculos e fornecer os nutrientes exigidos para seu crescimento e funcionamento correto. Quando pensamos em vascularização, ainda por cima, pensamos em veias saltadas sobre os músculos, como se esta fosse a parte mais importante.

Saiba a real importância da vascularização, e como melhorar a sua:

Vencendo as barreiras para a vascularização aparente

Quando você enxerga vasos sanguíneos diretamente sobre a musculatura de alguém, pode ter certeza que a pessoa esforçou-se para chegar a este nível. Para que elas destaquem-se na pele, é necessária a combinação de uma série de fatores.

Em primeiro lugar, é necessário ter baixa gordura corporal. O problema na gordura em relação à vascularização é que ela armazena-se entre a pele e o músculo. Significa que ela forma uma camada adiposa exatamente em torno das veias, fazem com que a pele fique parelha sobre ela, em vez de destacar-se. Quando mais grossa a camada de gordura, mais longe o corpo está de expor as veias.

Para ser mais preciso em relação à vascularização, é possível apresentar números. Para uma vascularização verdadeiramente plena, homens precisam ter gordura corporal inferior a 8%, e as mulheres, 18%. Nestes níveis, a camada de gordura é tão fina que as veias podem destacar-se por todo o corpo.

A partir de 12% de gordura corporal e uma boa definição, já é possível observar resultados significativos, especialmente em áreas com menor concentração de gordura. Obviamente, a genética também possui um papel importante neste aspecto. Para alguns, o aparecimento das veias é quase natural, enquanto outros precisam esforçar-se durante anos.

Neste caso, é importante lembrar que a vascularização possui dois aspectos. Um deles é estético – vasos sanguíneos em destaque chamam a atenção. O mais importante, no entanto, é a capacidade de transporte de altos níveis de nutriente para a musculatura. Este deve ser seu foco principal, pois é o que garante o desenvolvimento de tecido magro.

Além da estética da vascularização

Nunca é demais retomar a informação de que o valor estético dos vasos sanguíneos aparentes é a parte menos importante do processo. Quando você treina para alcançar hipertrofia, quer desenvolver os músculos.

Para isso, além de forçá-los, é necessário oferecer os nutrientes necessários para o seu crescimento e desenvolvimento. A única forma que o corpo oferece para a chegada adequada destes nutrientes é o sangue. E o sangue, como você já deve saber, circula através dos vasos sanguíneos.

Por isso, a vascularização é parte essencial tanto do desenvolvimento da musculatura, quanto da performance esportiva – e é este o seu real valor.

Malhar melhora a vascularização?

O treinamento com pesos gera um maior fluxo sanguíneo na área trabalhada, o que obriga as veias a destacarem-se no local de forma mais ressaltada. O efeito, no entanto é temporário. Na verdade, os exercícios melhoram a capacidade do corpo de vascularizar a área – mas não os exercícios de força.

Neste caso, a melhor opção são exercícios de altas repetições e volumes, que melhoram a resistência local. Exercícios de poucas repetições e menor volume são ideais para construir o músculo, mas não atuam como vasodilatadores.

Treinar por uma melhor vascularização de maneira direta não existe, na prática – ao menos em caráter definitivo. A melhor estratégia, portanto, é focar na perda de gordura corporal. Desta forma, uma boa recomendação é unir exercícios de aumento da massa magra a exercícios aeróbicos intensos.

Recomendados Para Você:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *