Espinhas no pênis: causas, complicações e tratamentos

Antes de ler esse artigo, tenho uma pergunta para você: Você tem interesse em demorar muito mais na cama? Quer saber o segredo dos atores pornô e deixar sua mulher LOUCA DE TESÃO? Clique aqui e assista ao vídeo.

Existem muitas possíveis causas para surgir espinhas no pênis. Mas antes de mais nada temos de ressaltar a importância da consulta médica com profissional especializado. Isso porque somente com exames médicos é possível ter certeza dos motivos que ocasionaram o surgimento das espinhas no pênis.

Assim, o que devemos destacar são as possíveis causas que levam ao surgimento das espinhas. Outra coisa que merece destaque são as possíveis complicações envolvidas com o surgimento de espinhas no pênis. As maneiras de tratamento e prevenção são os últimos tópicos que serão tratados.

Possíveis causas

As espinhas são inflamações de pele ocasionadas principalmente pelo acúmulo de impurezas na pele. Esse acúmulo é mais comum em adolescentes, pois a oleosidade excessiva de suas peles entope os poros onde as impurezas se acumulam. Portanto, ter espinhas no pênis pode ser tão normal como em qualquer outra região do corpo.

Entretanto, há caroços que lembram espinhas e que podem ter outras causas. Dependendo da aparência desses caroços, bem como do lugar de onde surgem, as causas podem ser mais definidas.

Por exemplo, as glândulas de Tyson aparecem mais debaixo da cabeça do pênis. Os grânulos de Fordyce podem aparecer na cabeça ou no corpo do pênis. Ambos não são causados por DSTs, o que já é o caso das verrugas genitais, que podem ser confundidas com espinhas e são causadas pelo vírus HPV.

Complicações

As maiores complicações quando surgem espinhas no pênis são anatômicas. Isso se deve sobretudo ao possível desconforto ocasionado pelas espinhas durante a relação sexual. Nos demais casos de caroços penianos, há possibilidade de que o excesso cause desconforto estético e por isso exija a remoção.

Os maiores perigos ao se falar em espinhas no pênis residem nos possíveis casos de infecção mais séria. Um exemplo disso são as micoses que podem aparecer no pênis, bem como a candidíase, uma doença sexual transmitida e que provoca coceira.

Por fim, a maior complicação possível é o câncer de pênis. Nesse caso, as espinhas no pênis são confundidas com um caroço ou outra ferida. Ele é um pouco raro, mas é comum em homens mais velhos, geralmente fumantes e que apresentam pouca higiene no local.

Como prevenir?

As espinhas têm muito a ver com a produção de oleosidade na pele, e esta se relaciona muito com a alimentação do indivíduo. Portanto, para evitar espinhas no pênis é válido evitar frituras e a ingestão excessiva de chocolate. Levar uma dieta balanceada pode ajudar não só a evitar as espinhas, mas também a ter um estilo de vida mais saudável.

Fora isso, manter uma higiene adequada na área é o recomendado para evitar a maioria dos problemas. Outra dica é que a região do pênis precisa respirar tanto quanto as demais áreas do corpo. Por isso, evite usar cuecas apertadas e procure deixá-lo livre na base do possível.

Por fim, em relação às doenças sexual transmissíveis, o uso da camisinha em todas as relações sexuais ajuda a prevenir todas elas, sendo, portanto, indispensável.

Como tratar?

Primeiramente, vale destacar que descobrir se as inflamações no pênis são de fato espinhas não é algo que se faça sozinho em casa. No caso de você ter espinhas no pênis e o desconforto for agudo, você deve procurar um médico para que ele realize os exames necessários e te receite o melhor medicamento para seu caso.

Vale lembrar que a região do pênis pode ser mais sensível, por isso o uso de pomadas sem prescrição médica pode levar a complicações maiores e até mesmo a irritações de pele. No geral, as espinhas no pênis não causam grande preocupação e acabam desaparecendo em alguns dias.

Contudo, se não forem espinhas, os caroços podem ter diferentes formas de tratamento, como por exemplo a cauterização ou então retirada com laser.

Recomendados Para Você:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *