Nandrolona: usos e efeitos

Antes de ler esse artigo, tenho uma pergunta para você: Você tem interesse em demorar muito mais na cama? Quer saber o segredo dos atores pornô e deixar sua mulher LOUCA DE TESÃO? Clique aqui e assista ao vídeo.

O nome nandrolona é mais comumente associado ao esteroide anabolizante que é comercialmente chamado de Deca, ou Deca Durabolin. Trata-se de um esteroide bastante conhecido e tipicamente associado ao desenvolvimento de bons resultados em ciclos de bulking mais pesados.

A verdade é que sua principal substância, a nandrolona, é naturalmente presente no organismo humano em pequena quantidade. A versão sintética trazida em esteroide funciona de maneira substitutiva, aumentando sua ação sobre o organismo.

Além dos efeitos anabolizantes, associa-se seu uso ao tratamento de certas condições que exigem a produção de colágeno no organismo. Seu uso para o desenvolvimento de hipertrofia costuma ser aplicado em injeções intramusculares, e trata-se de uma droga de longa vida ativa, o que a torna uma das preferidas entre aqueles que não gostam de utilizar as agulhas com frequência.

Entenda como a nandrolona age no organismo, qual é sua forma de ação e os principais cuidados a respeito deste esteroide:

Quais os efeitos da nandrolona?

O principal efeito da nandrolona, no meio do fisiculturismo, é a busca por seu elevado efeito anabolizante. Isso significa que a presença das quantidades aumentadas de nandrolona no corpo intensificam a presença de um ciclo metabólico anabolizante no corpo. Durante o anabolismo, mais nutrientes são consumidos em prol da construção de tecidos – sobretudo os magros – no corpo, acelerando o aumento do volume muscular.

Além disso, é claro, o estímulo anabólico aumenta o apetite a oxigenação muscular a partir da maio produção de células hemácias no corpo. É por isso, também, que medicamentos como o Deca podem ser utilizados no tratamento de condições médicas como a anemia.

Como a Nandrolona é utilizada?

Quando falamos em nandrolona, a forma mais popular de sua utilização é – sem dúvidas – o deca durabolin. Trata-se de um medicamento de longa vida ativa, injetado por via intramuscular, com ciclos de vida de dez dias no organismo.

Após a injeção, o medicamento é liberado de maneira gradual para o organismo, permitindo que as injeções sejam feitas apenas uma vez por semana, por seus usuários. Isso facilita a vida de quem busca soluções injetáveis, mas não gosta de conviver com agulhas com muita frequência.

As concentrações do esteroide variam muito de acordo com os objetivos, mas é importante ater-se ao ciclo de maneira consciente. Por ser aumentar significativamente o apetite do usuário, recomenda-se o uso de nandrolona apenas para a fase de bulking, durante ciclos de duração reduzida. Isso evitará o ganho excessivo de peso, o que tornaria o período de cutting mais intenso.

Efeitos colaterais da Nandrolona

Outro fator que torna a nandrolona muito popular é sua quantidade reduzida de efeitos colaterais. Em comparação a outros esteroides anabolizantes, o rol e a intensidade de seus efeitos colaterais são poucos, enquanto os ganhos proporcionados por seu uso parecem compensar a relação custo-benefício.

Há, no entanto, a presença de efeitos e riscos tipicamente associados a este tipo de esteroide. O processo de aromatização, por exemplo, é inevitável. Questões como a ginecomastia, a atrofia dos testículo e a falta de libido nos homens, enquanto traços masculinos tipicamente associados a anabolizantes, nas mulheres, podem ser observados durante o ciclo.

Recomendados Para Você:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *