Saúde e Bem estar

Perguntas e respostas sobre pênis: tire suas dúvidas

Antes de ler esse artigo, tenho uma pergunta para você: Você tem interesse em demorar muito mais na cama? Quer saber o segredo dos atores pornô e deixar sua mulher LOUCA DE TESÃO? Clique aqui e assista ao vídeo.


Há diversas perguntas realizadas a respeito do pênis diariamente, que possuem respostas simples, mas nem sempre são dadas. Em função dos aspectos sociais de nossa sociedade, existem diversos tabus a respeito do genital masculino.

São questões relativas ao tamanho, à aparência, à doenças e à tantas outras características comuns ou anormais. Discutir sobre elas é extremamente necessário, pois pode evitar o agravamento de doenças e diversas inseguranças.

Confiras as perguntas e respostas sobre as principais dúvidas a respeito o órgão:

É possível engrossar o pênis?

Medicamente falando, poucas opções para engrossar o pênis são realmente seguras. Soluções como bombas penianas, alargadores físicos, pomadas e remédios não são cientificamente comprovadas. Isso não quer dizer que elas simplesmente não funcionem – apenas que não há evidências de sua efetividade.

Há, no entanto, algumas cirurgias que buscam engrossar o pênis de maneira clínica. Estas cirurgias são eficazes, mas apresentam diversos efeitos colaterais. Estes efeitos variam desde desconfortos ocasionais até a impotência sexual definitiva.

Além disso, a maioria destes procedimentos cirúrgicos trabalham apenas com a aparência de engrossamento do pênis. Na prática, eles mudam a forma na qual ele repousa, não oferecendo um engrossamento real em seu diâmetro.

É normal ter espinha no pênis?

homem-penis-duvida-abre-770x470

Depende do que for considerado espinha, no seu caso. É comum, por exemplo, encontrar pequenas espinhas nos testículos e na base do pênis. Muitas vezes, estas “espinhas” são pelos encravados e o tratamento é razoavelmente normal, assim como ocorre com qualquer outro pelo.

Pequenas espinhas na glande (cabeça) do pênis, especialmente na cor branca, são manifestações normais do corpo. Estas são as glândulas de Tyson, que servem para auxiliar na lubrificação durante o ato sexual.

Embora não sejam esteticamente agradáveis, estas pequenas aparições não causam dor ou incômodos, não devendo gerar preocupação. Se elas forem causa de dor, recorra imediatamente a um médico.

Quando o assunto é o surgimento de espinhas no resto do pênis, possivelmente trata-se de algo que exige mais atenção. Os casos de espinha propriamente dita no pênis são consideravelmente raros. Isso quer dizer que – se há a aparição delas, pode-se tratar de algum problema médico. Procure por um urologista, nestes casos.

Verruga no pênis: o que fazer?

As verrugas genitais, como é o caso de verrugas no pênis, representam um problema comum. Elas geralmente são a manifestação mais básica de uma contração de HPV, o papilomavírus.

O HPV é uma doença sexualmente transmissível de alto nível de contágio. É, na verdade, a DST mais comum de todas e pode ou não se manifestar através do aparecimento de verrugas no pênis.

Ao constatar o aparecimento de uma verruga peniana, deve-se imediatamente procurar por um médico. Geralmente, a extração da verruga é realizada com procedimentos com nitrogênio ou ácidos. Em casos mais graves, pode-se utilizar um procedimento cirúrgico mais complexo.

Não tratar uma verruga causada por HPV aumenta as chances de câncer peniano e uma série de outros problemas de saúde ainda mais graves. Recomenda-se, também, a prevenção da HPV com vacinas específicas e a utilização de camisinha.

Ardência no pênis: o que fazer?

A ardência peniana pode ser causada por inúmeros motivos e o tratamento depende do diagnóstico obtido. A primeira coisa a ser feita ao constatar-se ardência no pênis é buscar por um urologista o quanto antes.

Um médico será capaz de realizar um diagnóstico eficaz, proporcionando um plano de tratamento para o problema. O método de “perguntar a alguém” e utilizar o mesmo tratamento é uma péssima ideia.

Ao fazer isso, você pode estar tomando medicações erradas para o seu caso, estimulando que a causa real do problema desenvolva-se forte, gerando problemas muito mais significativos para a saúde de todo o corpo.

Recomendados Para Você: