Conheça as mulheres com maiores lucros no Poker

Antes de ler esse artigo, tenho uma pergunta para você: Você tem interesse em demorar muito mais na cama? Quer saber o segredo dos atores pornô e deixar sua mulher LOUCA DE TESÃO? Clique aqui e assista ao vídeo.

Foi-se o tempo em que o poker era um esporte para homens. O que se vê a cada novo grande evento são mais mulheres participando e chegando longe nas mesas finais ao redor do mundo. Ainda que não tenham a fama como de Dan Bilzerian, elas mostram que estão prontas para competir com os nomes mais pesados do cenário atual. Pensando neste grupo, separamos as mulheres com maiores lucros no poker e contamos um pouco da trajetória de cada uma. Confira!

O ranking das 10 mulheres com maiores lucros no poker foi baseado no site The Hendon Mob, especialista no ramo, que avalia o quanto de dinheiro elas conseguiram ao longo das carreiras e só leva em conta grandes torneios, excluindo aqueles pequenos que são disputados diariamente, semanalmente e mensalmente.

10. Loni Harwood (EUA) – US$ 2,9 milhões

A norte-americana Loni Harwood herdou do DNA do pai a vontade de jogar poker e não precisou de muito tempo para mostrar que tem talento. Em 2012, logo após terminar a faculdade, começou a jogar profissionalmente e a se destacar.

No mesmo ano em que começou, venceu dois importantes torneios do WSOP Circuit (World Series of Poker Circuit), sendo que no primeiro, realizado em Palm Beach, marcava a sua estreia em um torneio da maior organização do esporte no mundo.

Em 2013, no WSOP, o mais prestigiado evento que existe, disputado anualmente em Las Vegas, venceu uma das modalidades ($1,500 No Limit Hold’em), tornando-se a segunda mulher a chegar a três mesas finais diferentes e vencer uma delas na mesma edição do torneio – vitória que deu a ela o seu primeiro bracelete de ouro da carreira.

9. Maria Ho (EUA) – US$ 2,9 milhões

Maria Ho divide a sua vida entre apresentadora de televisão e esportiva. Apesar de nunca ter ganho nenhum título de expressão, a norte-americana é uma das mulheres com maiores lucros no poker por estar sempre chegando longe nos torneios em que entra.

No WSOP, por exemplo, são quatro mesas finais e 52 “Money Finish” (terminou em uma posição que garantiu alguma premiação).

Em 2012, por exemplo, no principal torneio do circuito foram seis as modalidades em que ela saiu com premiação. Já em 2014, a jogadora elevou esse número para oito.

8. Maria Constanza Lampropulos (ARG) – US$ 3 milhões

Maria Constanza Lampropulos

Nascida na Grécia, mas naturalizada argentina, Maria Constanza Lampropulos nunca precisou de uma marca expressiva na World Series of Poker para se tornar uma das mulheres com maiores lucros da história do esporte.

Em abril de 2017, ela venceu o partypoker MILLIONS, em Nottingham, na Inglaterra, e levantou mais de US$ 1,255 milhões. Porém, foi no início de 2018 que ela chocou o mundo do Poker ao ser campeã do PokerStars Caribbean Adventure (PCA). Mesmo ganhando menos (cerca de US$ 1 milhão), o torneio é mais prestigiado e a colocou entre as estrelas do ano.

7. J.J. Liu (TWN) – US$ 3,2 milhões

Com 53 anos, a tailandesa Joanne Jishung Liu é uma das jogadoras da velha guarda. Na ativa profissionalmente desde 1996, ela é uma das mulheres com maiores lucros no poker muito por conta do longo tempo de carreira na ativa.

Eu seu currículo, Liu não possui nenhuma grande marca no World Series of Poker, mas ela detém a marca de mulher que mais longe chegou em um torneio do World Poker Tour (WPT), terminando em segundo lugar no WPT Bay 101 Shooting Stars, em 2007.

6. Vanessa Rousso (EUA) – US$ 3,5 milhões

Se dependesse dos últimos anos da carreira de Vanessa Rousso, ela dificilmente estaria nesta lista. A jogadora acumulou quase toda a sua fortuna em eventos presenciais que disputou de 2005, quando iniciou sua caminhada, a 2011. De lá para cá, tem se dedicado a carreira de DJ e de personalidade de televisão, mas ainda segue na ativa.

Em sua trajetória, Rousso não conta com nenhum grande título – o maior que conquistou foi European Poker Tour 5, em Monte Carlo, em Monaco, quando faturou US$ 700 mil, em 2009. O que fez a sua fortuna ficar deste tamanho foi a consistência da jogadora, que sempre teve o costume de ir longe nos torneios importantes que disputou.

Em 2015, a jogadora de poker participou do Big Brother dos Estados Unidos. Ela também aparece na televisão em muitas competições, não só de poker, que tem como objetivo arrecadar fundos para caridade.

5. Liv Boeree (ING) – US$ 3,8 milhões

Liv Boeree

Liv Boeree é uma das mulheres com maiores lucros no poker e uma das mais consagradas neste esporte. Sua carreira é de tanto sucesso que ela conseguiu vencer três vezes o prêmio de Jogadora Europeia do Ano na European Poker Awards (2014, 2015 e 2016).

Além dos prêmios individuais de reconhecimento, Boeree possui em sua galeria de troféus alguns importantes. Em 2010, conquistou o evento principal do European Poker Tour, na época o evento de poker mais importante em solo europeu.

Em 2017, se tornou campeã do World Series of Poker em um evento em equipe, se tornando a única mulher na história a conseguir os dois títulos. Sua carreira ainda conta com inúmeros campeonatos importantes aonde chegou longe.

Formada em física com ênfase em astrofísica, a inglesa escreve artigos científicos e opiniões para alguns veículos de comunicação. E não para por aí. Boeree também dá palestras no TEDx Talk, apresentou alguns programas de televisão, é dona de uma organização filantrópica e ainda técnica de uma equipe de poker.

4. Annette Obrestad (NOR) – US$ 3,9 milhões

A norueguesa Annette Obrestad foi uma menina prodígio do poker. Ela começou a chamar a atenção ainda nos torneios online do esporte, chegando próximo de fazer o seu primeiro milhão de dólares em somente seis meses.

Ela ficou famosa por vencer um torneio com 180 participantes onde diz que passou toda a competição sem ver as cartas, com exceção a uma situação onde entrou em all-in. Ela queria mostrar ao mundo como é importante usar a sua posição na mesa e prestar atenção aos demais jogadores para poder vencer.

Em 2017, um dia antes de completar 19 anos, conquistou seu único bracelete do World Series of Poker Europe (WSOPE), se tornando a mais jovem jogadora a conseguir esse feito.

3. Annie Duke (EUA) – US$ 4,2 milhões

Hoje uma das mulheres com maiores lucros no poker, Annie Duke já ocupou um dia o posto de mais rica. Sua carreira começou desde cedo, tendo sido impulsionada pelo irmão que a ajudou a se tornar uma profissional.

Seu primeiro WSOP foi disputado em 1994, e logo de cara a jogadora conseguiu a 26ª posição no evento principal daquela edição. Isso era só o começo do que estava por vir. Ano após ano ela foi chegando cada vez mais longe até que em 2004 conseguiu seu primeiro bracelete de ouro, que não foi conquistado no evento principal.

Assim como muitas jogadoras, poker não é sua única atividade. Duke tem uma organização filantrópica e também é escritora, publicando livros dedicados a jogadores de poker que querem melhorar.

2. Kathy Liebert (EUA) – US$ 6,2 milhões

Liebert é outra mulher da velha guarda. Por isso, por muito tempo foi detentora de alguns recordes que hoje já foram superados por esportistas mais novas. Ainda assim, seus feitos são notáveis. No World Poker Tour, por exemplo, são nada menos do que seis mesas finais, conseguindo uma terceira colocação em 2005.

Um ano antes, porém, veio o grande triunfo: o bracelete de ouro do WSOP, vencendo uma das modalidades de abertura do mundial. Por falar nele, são 47 Money Finishes na carreira. Já há muito tempo atuando como profissional, Liebert tem jogado menos e quase nunca sai dos Estados Unidos para competir.

1. Vanessa Selbst (EUA) – US$ 11,8 milhões

Vanessa Selbst

Vanessa Selbst não é uma das mulheres com maiores lucros no Poker. Ela é a mulher mais rica que esse esporte já viu. E não é para menos, já que o que não falta em seu currículo são recordes e mais recordes.

A começar pelo número de braceletes de ouro do WSOP: 3 (conquistados em 2008, 2012 e 2014, cada um deles em uma modalidade diferente). Resultados expressivos que fizeram com que Selbst fosse a primeira e única mulher a alcançar o topo do ranking mundial.

Para finalizar, entre homens e mulheres, só ela foi capaz de ganhar um evento principal de um torneio importante nos Estados Unidos por dois anos seguidos. Em 2013, quando ganhou o PCA high roller, se tornou a mulher mais rica da história do poker.

Recomendados Para Você:

Comments are closed