Maca Peruana: conheça os benefícios e usos dessa planta para os homens

Antes de ler esse artigo, tenho uma pergunta para você: Você tem interesse em demorar muito mais na cama? Quer saber o segredo dos atores pornô e deixar sua mulher LOUCA DE TESÃO? Clique aqui e assista ao vídeo.

Já imaginou aumentar a libido e emagrecer de forma totalmente natural? Esses são dois dos principais benefícios que a maca peruana oferece para quem busca melhorar a sua vida sexual e, também, ter uma alimentação mais equilibrada para conseguir o corpo sarado que tanto deseja.

No entanto, essa poderosa raiz, originária da Cordilheira dos Andes, também pode trazer outros inúmeros benefícios à saúde, como você vai conferir no nosso artigo de hoje.

A sua popularização se deu há milhares de anos, quando os nativos da América Latina a utilizavam para aumentar a libido e a fertilidade. Reza a lenda que um imperador inca até inseriu a maca peruana na dieta dos soldados de seu exército para garantir mais energia durante as batalhas.

Por outro lado, o governante logo se arrependeu, apesar de todas as vitórias, já que os seus homens ficaram com o desejo sexual, digamos, um tanto descontrolado. Não é à toa que a planta passou a ser chamada, desde o ocorrido, de “Viagra dos Incas”.

É por esta razão que muitos homens (e mulheres também) despertaram interesse nos últimos tempos em comprar a maca peruana para melhorar o seu desempenho na cama, principalmente em relação à melhora da libido e fertilidade, e também perder peso ou garantir mais energia no cotidiano.

Mas, afinal, será que a maca peruana funciona? Ela é afrodisíaca? Quais são os seus benefícios para a saúde? Continue de olho nos próximos parágrafos desse artigo e descubra!

Benefícios da Maca Peruana

Para que serve a maca peruana? Veja as suas propriedades

A maca peruana é um tubérculo semelhante a um rabanete, com propriedades medicinais benéficas à saúde como um todo.

Apesar de famosa por potencializar o desempenho sexual e aumentar a fertilidade, a planta também pode proporcionar outros grandes efeitos no nosso corpo, como ajudar a emagrecer, prevenir doenças e até ajudar em tratamentos clínicos.

Inclusive, a planta já foi alvo de várias pesquisas científicas, que demonstraram o seu poder no organismo humano ao ser inserida em uma dieta de maneira balanceada. A mais popular é a que foi conduzida pelo médico espanhol Gustavo Gonzales Rengifo, contemplado pela FAO, em 2010, por seu estudo acerca do tema.

Segundo ele, os povos que consomem essa planta possuem uma saúde de alta qualidade até os 75 anos, o que equivaleria ao padrão de pessoas com 35 anos. Ou seja, são quarenta anos de ganho em qualidade de vida!

Além disso, por ser rica em cálcio, proteínas, ácidos graxos, zinco, ferro, carboidratos, fibras, fósforo, ômegas 3 e 9, magnésio, vitaminas, entre outros dentro de uma lista enorme de nutrientes, a maca peruana também é uma poderosa aliada na prevenção da diabetes, uma vez que reduz a absorção de glicose no sangue. O Ômega 3 presente na raiz ajuda no combate à doenças cardiovasculares e, ainda, na regulação dos níveis de colesterol. O ferro, por sua vez, previne a anemia.

Enquanto isso, a enorme quantidade de cálcio presente na planta ajuda no fortalecimento dos ossos, combatendo quadros clínicos como a osteoporose. Além de todas essas propriedades, o tubérculo também atua no controle dos níveis hormonais, evitando uma série de doenças e diminuindo o efeito de mudanças, como a menopausa.

Por tudo isso, ela passou a ser procurada no Brasil e no mundo todo por pessoas que desejam melhorar a performance na cama e, de quebra, obter uma alimentação mais equilibrada. Conheça, a seguir, os principais benefícios da maca peruana para a saúde!

Benefícios

Aumenta a libido

Sem dúvidas, esse é o maior e mais conhecido benefício da maca peruana. O poder dessa plantinha no aumento da libido tem sido comprovado por inúmeros estudos e pesquisas, desde os mais antigos aos mais recentes, que consideram a raiz um poderoso afrodisíaco natural.

Um deles, feito por um pesquisador da Universidad Peruana Cayetano Heredia, no Peru, mostrou que os efeitos desse tubérculo em homens com idade entre 24 e 44 anos, durante quatro anos, aumentaram os estoques de sêmen, a contagem de espermatozoides e mobilidade destes no organismo feminino (motilidade espermática), o que ocasionaria na probabilidade de gravidez.

Enquanto isso, outras pesquisas comprovaram que a ingestão regular de maca peruana na alimentação aumenta o desejo sexual e, ainda, diminui os níveis de ansiedade e estresse, melhorando o humor. Acredita-se que o alimento tenha ação sobre o hipotálamo e as glândulas suprarrenais, o que lhe atribuiria tais efeitos estimulantes.

Veja também:

Ajuda a emagrecer

Apesar de composta por 59% de carboidratos, a maca peruana também pode ajudar quem quer emagrecer com saúde e de maneira mais rápida. Isso porque ela possui em grandes quantidades outros nutrientes que ajudam na perda de peso, as fibras, que são conhecidas por aumentarem a sensação de saciedade e, portanto, reduzir o apetite, além de atuarem na regulação do intestino.

E para aqueles que acham que o consumo de carboidratos pode arruinar qualquer dieta de emagrecimento é válido lembrar que isso não passa de um grande mito. Pelo contrário!

Segundo especialistas, esse grupo alimentar é importantíssimo no cardápio de quem precisa perder peso, já que ele é o responsável por fornecer energia ao corpo para que ele continue firme em uma dieta e, também, para potencializar a execução das atividades físicas.

A realidade é que, para emagrecer e conquistar o corpo sarado dos sonhos, não se deve deixar de consumir esses tipos de alimentos, mas sim contar as calorias ingeridas durante a rotina e seguir um plano de alimentação balanceado e prática de exercícios físicos.

Lembre-se que apenas consumir a maca peruana – ou qualquer outro alimento emagrecedor – para conseguir esse objetivo não é possível sem uma mudança de hábitos e acompanhamento de um profissional. O ideal é ter essa planta como uma aliada na sua perda de peso, e não como uma alternativa milagrosa para alcançá-la.

Protege o coração

Rica em ômega 3, a maca peruana também pode ajudar a fortalecer o coração e prevenir doenças cardiovasculares. Isso porque esses nutrientes possuem efeito vasodilatador e regulador do colesterol, duas propriedades importantes para reduzir os níveis do colesterol ruim (LDL) no sangue e aumentar o bom colesterol (HDL).

Além disso, os aminoácidos presentes na planta são responsáveis pela quebra de gorduras no sangue, evitando a hipertensão.

Combate o diabetes

Além de todos esses benefícios, a ciência também comprovou que consumir a maca peruana pode ajudar a prevenir o diabetes, isso de duas maneiras diferentes: através da redução da velocidade de absorção de glicose pelo organismo, que é possível por conta das fibras presentes na composição da planta, que também inibem a ação de uma enzima que promove o processo de digestão.

Essas duas ações no corpo evitam que haja a liberação de grandes quantidades de insulina (hormônio que auxilia no metabolismo dos carboidratos) de uma só vez, motivo que poderia levar à resistência das células à essa substância e, portanto, ao desenvolvimento da doença.

Previne e trata a anemia

A maca peruana é um alimento com excelentes quantidades de ferro em sua composição. Para se ter uma ideia, é possível consumir até 16,6mg desse mineral em apenas 100g da planta.

Por esta razão, a raiz é considerada poderosa para combater e, também, auxiliar no tratamento da anemia ferropriva, doença causada pela baixa concentração desse mineral no corpo. Isso porque o ferro tem o papel fundamental de promover a síntese de células vermelhas do sangue e o transporte de oxigênio.

Nos homens, as quantidades necessárias de ferro variam entre 11mg a 8mg e, nas mulheres, entre 15mg a 18mg, dependendo da idade em ambos os sexos. Sendo assim, além de passar a consumir mais maca peruana a partir de hoje, lembre-se também de consumir alimentos fontes de vitamina C para ajudar na absorção desse nutriente pelo organismo.

Fortalece os ossos

A osteoporose é uma doença causada pela perda de massa óssea, que atinge principalmente idosos (de ambos os sexos) e mulheres em fase de menopausa. Por isso, consumir a maca peruana também pode ajudar a prevenir a doença, a partir do fortalecimento ósseo, já que este alimento possui 150mg de cálcio a cada 100g.

O cálcio, para quem não sabe, é um mineral importantíssimo para aumentar a resistência do esqueleto. A raiz peruana contém maiores quantidades desse nutriente do que o leite, que fornece ao corpo apenas 100mg para cada 100g. Por isso, lembre-se sempre de consumir a maca no seu dia a dia para fortalecer os ossos e evitar a osteoporose, além de aliá-la à prática regular de atividades físicas e, também, à exposição solar saudável.

Fortalece o sistema imunológico

Além de todos os demais benefícios listados acima, a maca peruana também pode ajudar a aumentar a imunidade do nosso organismo. Isso porque ela é uma planta do tipo adaptógena, ou seja, ideal para melhorar a saúde adrenal, uma vez que ajuda na adaptação à condições adversas do ambiente, sendo o seu consumo regular ideal para revitalizar o funcionamento do corpo, combater a fadiga, fornecer energia e melhorar a resistência muscular.

Além disso, também é válido dizer que a maca é um alimento riquíssimo em proteínas, podendo conter esses nutrientes em até 13% do seu peso total, o que explica, em muito, esse efeito sobre os músculos.

Potencializa a fertilidade

Como falamos no decorrer desse artigo, a maca peruana é uma planta utilizada pelos povos andinos desde a antiguidade para aumentar a libido e, também, a fertilidade. Atualmente, como não poderia ser diferente, vários estudos também comprovaram os benefícios dessa poderosa raiz neste sentido.

Além do estudo realizado pela Universidad Peruana Cayetano Heredia, que mencionamos nos parágrafos anteriores, que demonstrou que homens tiveram um aumento nas quantidades de sêmen e melhora da motilidade espermática após consumirem a planta, outro estudo publicado pelo Andrologia Journal, em 2002, constatou que 40% dos homens que consumiram suplementos à base dessa planta por três meses tiveram aumento da fertilidade por volta da oitava semana de toma.

Além disso, especialistas consideram que consumir a maca peruana pode promover uma melhora no fluxo sanguíneo corporal, inclusive na zona pélvica.

Fornece energia ao corpo

Por conter fibras em sua composição, que ajudam na estabilização dos níveis de açúcar no sangue (glicose), a maca peruana também pode ser útil para fornecer energia ao corpo e melhorar o humor, promovendo uma maior sensação de bem-estar.

Não é à toa que a planta ficou famosa entre atletas e esportistas, além de ser indicada também à pessoas que sofrem com doenças como ansiedade, depressão e perda de memória. Além disso, como você leu anteriormente, a maca também ajuda a melhorar a saúde adrenal (imunidade do organismo), o que reforça a ideia de que ela desempenha um papel importante no aumento da energia e bom humor.

Aumenta a testosterona

Apesar de não possuir nenhum hormônio em sua composição, a maca peruana pode ser útil para aumentar a testosterona. Isso porque ela estimula o organismo a produzir e regular os hormônios, entre eles, esse esteroide tão importante para o corpo masculino.

Mesmo não existindo pesquisas que relacionem o consumo da raiz peruana diretamente com o aumento da testosterona, várias outras já mostraram que inseri-la no cardápio de maneira regular pode trazer efeitos positivos ao sistema endócrino, especialmente entre homens.

Os benefícios variam entre níveis desse hormônio livres no corpo, aumento da fertilidade e da energia, além do maior ganho de massa muscular, fatores diretamente ligados ao aumento da testosterona.

Favorece o ganho de massa muscular

Por ser rica em proteínas bioativas, a maca peruana também pode ser útil para quem quer ganhar massa muscular, uma vez que esses nutrientes atuam de forma significativa no crescimento dos músculos.

Esse é outro motivo que leva a plantinha a ser consumida entre atletas e pessoas que buscam a construção do corpo, além do fato de ela aumentar a força muscular e a energia, que são ideais para melhorar o desempenho e resistência durante a prática de exercícios físicos.

Melhora a concentração e memória

Por ajudar na regulação do hipotálamo, região onde está localizada a glândula pituitária, a responsável por nossas capacidades cognitivas, estudos mostram que consumir a maca peruana também pode melhorar a concentração e memória.

Não é à toa que a raiz já era amplamente utilizada há milhares de anos pelos povos nativos do Peru para potencializar as funções cognitivas dos seus filhos.

Combate problemas na próstata

Você já ouviu falar da hiperplasia da próstata? Trata-se de um dos problemas mais comuns relacionados ao avanço da idade em homens, que está relacionado ao aumento da glândula prostática.

Neste sentido, vários estudos mostraram que consumir a maca peruana pode ajudar na diminuição do aumento da próstata, já que as propriedades presentes na planta atuam sobre os receptores andrógenos na próstata, impedindo, desta forma, a ligação de hormônios que acarreta essa condição.

consumir maca peruana

Como consumir?

A maca peruana pode ser consumida em duas versões diferentes: ou cápsulas. Apesar de dificilmente ser encontrada em sua versão in natura, se você conseguir, não é recomendado consumi-la crua, uma vez que ela pode ser tóxica ao organismo. Neste caso, a melhor maneira de consumir a planta é deixá-la cozinhar e, em seguida, bater no liquidificador.

Ela também pode ser incluída na receita de sucos, sopas e shakes, por exemplo. No caso dos sucos, a dica é utilizá-la com frutas cítricas, que são ricas em vitamina C, nutriente que potencializa os seus efeitos nutricionais. Tanto para quem optar por ingerir a maca peruana através das cápsulas ou pó, a quantidade recomendada por especialistas é de 400 a 1000 mg/dia.

No entanto, para isso, e como é indicado no caso de qualquer fitoterápico, analisar a origem, concentração e pureza do produto que você está comprando para saber se a maca que você vai consumir é de procedência segura.

Além disso, apesar de ter as suas dosagens diárias já conhecidas, o ideal é procurar um nutrólogo, nutricionista ou outro profissional de sua confiança para definir as quantidades adequadas que devem ser consumidas da maca peruana por você, a partir de uma avaliação do seu caso em específico.

Agora, confira uma lista de opções de como tomar maca peruana e obter todos os seus benefícios:

Cremes

Consumir maca peruana misturada a cremes de manga, abacate e paetês é uma ótima pedida para quem quer aproveitar melhor esse alimento no cardápio diário. O pó dessa planta também cai muito bem em pastas, como as de amendoim, castanha-de-caju ou amêndoas.

Bolos e afins

Você pode optar também por acrescentar a maca peruana em pó às receitas que levam farinha para potencializar o aporte nutricional delas, como é o caso dos bolos, pães e panquecas. Porém, não custa nada ressaltar que esquentar a raiz pode fazê-la perder um pouco do seu valor nutritivo.

Frutas

Como falamos acima, deixar a maca peruana quente pode prejudicar os seus valores nutricionais. Portanto, a dica é incorporá-la em preparos frios, como é o caso das frutas. Uma dica é provar o pó de maca com banana e uma pitada de canela. Parece saboroso, né?

Bebidas

Lembra quando mencionamos anteriormente que a maca peruana em pó pode ser adicionada à vitaminas, sucos, shakes, smoothies e outras bebidas? Pois bem! A boa notícia neste caso é que você pode abusar da criatividade nas receitas, já que todo e qualquer líquido só tende a ganhar boas propriedades nutritivas inserindo a planta no seu preparo.

Isso porque, como o seu pó é muito fibroso, ele não dilui na bebida. A única dica é utilizar em um liquidificador para facilitar na hora de homogeneizar.

Efeitos colaterais e contraindicações

Ainda não existem estudos que indiquem os efeitos colaterais e contraindicações da maca peruana para a saúde de grávidas e lactantes. Por isso, neste caso, para evitar quaisquer problemas, a recomendação é que mulheres nessas condições não façam o consumo da planta, em nenhuma de suas versões.

Pessoas com problemas de hipertensão ou distúrbios da tireoide também devem consultar um médico antes de iniciar o consumo da maca. Outros efeitos negativos relacionados ao consumo da raiz são problemas ou lesões na pele, como acnes e espinhas, por exemplo, devido às alterações hormonais que ela pode ocasionar.

Algumas pessoas também associam o consumo da maca peruana à ocorrência de dores no estômago e náuseas, mas, como foi dito, ainda não há pesquisas ou estudos que comprovem tais fatos. Pacientes alérgicos a outras ervas devem ficar atentos à ingestão da maca, já que ela se trata também de uma planta. Nestes casos, o ideal é consultar um médico alergista antes de inseri-la na dieta.

Em relação aos demais grupos, a raiz peruana não apresenta contraindicações. A única ressalva é para que se tome cuidado com o excesso das dosagens, já que exagerar na ingestão do produto pode trazer consequências aos níveis hormonais.

De qualquer forma, em caso de quaisquer sintomas desagradáveis, a recomendação é interromper o uso da maca imediatamente e procurar um médico.

Onde comprar e preço

A maca peruana pode ser encontrada em laboratórios de manipulação e farmácias, inclusive pela internet.

Aqui no Brasil, o seu uso é liberado e regulamentado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), sendo possível encontrar no mercado nutricional desde suplementos que promovem o ganho de massa muscular, aqueles que atuam como estimulantes sexuais e até mesmo produtos à base da planta formulados para melhorar a memória e concentração.

No entanto, como já dissemos algumas vezes nesse post, o ideal é que você consulte um profissional da área, como um nutrólogo ou nutricionista, antes de iniciar a toma de qualquer um deles. Somente ele poderá, através de uma avaliação clínica, prescrever o melhor produto para você e dosagens adequadas para o seu tratamento.

Recomendados Para Você:

One Comment

  1. O maior risco é o câncer. Vida saudável e exercícios físicos ainda são o melhor dos suplementos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *