Saúde e Bem estar

Fratura no pênis: como pode acontecer e como tratar?

Fratura no pênis
Antes de ler esse artigo, tenho uma pergunta para você: Você tem interesse em demorar muito mais na cama? Quer saber o segredo dos atores pornô e deixar sua mulher LOUCA DE TESÃO? Clique aqui e assista ao vídeo.


Fratura no pênis

Infelizmente, a possibilidade de uma fratura no pênis não é apenas uma lenda contada para assustar os homens. Não é exatamente uma fratura, considerando que geralmente associamos a palavra a um osso quebrado – o que não existe no pênis. Trata-se, no entanto, de uma lesão séria, que ocorre quando o pênis o pênis ereto recebe algum tipo de força exagerada que não é capaz de aguentar.

Saiba mais sobre a fratura no pênis, como ela ocorre e o que fazer, caso aconteça com você:

Como ocorre a fratura no pênis?

A fratura no pênis acontece quando o órgão, já ereto, recebe algum tipo de trauma externo que torne a pressão o órgão alta demais para o que os tecidos porosos são capazes de suportar. A reação fisiológica é, então, o rompimento destes tecidos em função do trauma externo.

Coisas como uma batida forte ou um movimento muito brusco de uma parceira que “prenda” parte do pênis durante a ação, levando-o a romper são as causas mais comuns do problema. A fratura no pênis só pode ocorrer quando ele está ereto, pois o órgão é capaz de lidar com pressões variadas quando não está rígido.

Quais sintomas indicam que seu pênis fraturou

É rara uma situação na qual você não saiba que há uma fratura em seu órgão reprodutor. Em geral, ouve-se um som de algo quebrando ou estourando com facilidade, que é o barulho do tecido rompendo.

Além disso a ereção tende a sumir instantaneamente, em função da liberação da pressão, e inchaços e hematomas começam a surgir rapidamente. Como se isso tudo não fosse ruim o suficiente, a enorme quantidade de dor também deve denunciar o problema.

O que fazer em caso de uma fratura no pênis?

Se você perceber que seu pênis foi lesionado, há uma ação que você deve tomar imediatamente, sem pensar duas vezes: ir imediatamente ao pronto socorro.

É verdade que pode parecer um pouco constrangedor, mas médicos são os únicos que poderão ajudar você nessa situação. Mais importante do que seu constrangimento é solucionar o problema o quanto antes, e certificar-se do que precisa ser feito caso algum dos canais do pênis tenha sido obstruído.

Em geral, é necessário um procedimento cirúrgico para reparar o tecido atingido. É importante que isso seja feito o quanto antes, preferencialmente de forma imediata. Esperar para “ver no que dá” aumenta significativamente os riscos de complicações muito mais graves. A demora pode levar a danos permanentes como cicatrizes, deformação e até mesmo à incapacidade de ter ereções.

O prognóstico para o tratamento rápido tende a ser bom e a vida sexual pode estar normal em um pouco mais de um mês após a operação.

É possível evitar uma fratura no pênis?

É difícil determinar uma forma de evitar fraturas no pênis. A verdade é que trata-se de um fenômeno bastante raro. Em outras palavras, as chances de que isso aconteça são pequenas o bastante para que você não precise ficar preocupado em evitar ativamente as lesões.

Há, no entanto, algumas observações interessantes sobre estatísticas das fraturas. Cerca de metade das fraturas no pênis ocorrem quando a mulher está por cima durante o sexo, em função da realização de movimentos bruscos que não permitem tempo de reação para o homem. Além disso, essas posições fazem com que boa parte do peso do corpo esteja diretamente posicionada sobre a área do pênis, o que torna movimentos repentinos mais graves, caso machuquem.

Isso, no entanto, não é suficiente para que seja prudente não fazer sexo posicionando-se por baixo. Na prática, as amostras de ocorrência são tão baixas que há pouco que possa ser feito além de torcer para não ser um dos poucos azarados a sofrerem com isso.

Recomendados Para Você: