DMIR: Dor Muscular de Início Retardado

Antes de ler esse artigo, tenho uma pergunta para você: Você tem interesse em demorar muito mais na cama? Quer saber o segredo dos atores pornô e deixar sua mulher LOUCA DE TESÃO? Clique aqui e assista ao vídeo.

Você vai à academia fazer um novo treino e, no dia seguinte, sente dores ainda fortes na musculatura. Isso já deve ter acontecido com você, e todo mundo deve ter dito ser algo normal. Trata-se, na prática, da Dor Muscular de Início Retardado, a DMIR.

Também chamada de Dor Muscular Tardia, essa condição é resultado de uma aumento qualitativo ou quantitativo de exercícios físicos, além de decorrer de abusos significativos sobre a musculatura. A verdade é que alguma dor é normal, mas Dor Muscular de Início Retardado em alto nível pode ser resultado de um ou mais hábitos inadequados na sua prática de exercícios físicos, e este tipo de condição pode ser evitada ou amenizada.

Entenda mais sobre a DMIR, e quais providências podem ser tomadas por você para reduzir este incômodo:

Como saber que você está sofrendo de Dor Muscular de Início Retardado?

É importante dar atenção aos sintomas da DMIR, especialmente em comparação a outros motivos para se sentir dor após a prática de exercícios físicos. Além da dor, o inchaço, a fadiga muscular e a falta de força são muito comuns, e podem durar por até quatro ou cinco dias em casos mais graves. Tempos superiores a isso devem ser tratados com urgência.

Uma condição só pode ser considerada DMIR se a dor surgiu após algum período transcorrido desde a atividade física. Isso significa que se você começou a sentir dores ainda na academia, ou logo após encerrar seus exercícios, é possível que a causa seja ouras, e as atitudes a serem tomadas podem ser outras.

Quais são as causas da DMIR?

A Dor Muscular de Início Retardado acontece da mesma forma que as lesões leves e necessárias para a construção muscular. Tratam-se de traumas no tecido que serão recuperados pelo corpo. A diferença está na intensidade, acima daquilo que seu corpo está preparado para lidar.

Em geral, isso é causado justamente pela falta de preparo – seja em relação à resistência física, ou em relação à falta de aquecimentos e alongamentos prévios. Isso é refletido na capacidade de contração e na flexibilidade muscular quando a lesão é percebida.

Esforços exagerados fazem com que a a membrana da célula muscular seja afetada e inflame. Isso afeta, como resposta, as terminações nervosas ao seu redor – em especial aquelas responsáveis pela sensibilidade. O resultado imediato é a sensação de dor a qualquer esforço.

O que fazer em casos de Dor Muscular de Início Retardado?

Embora seja razoavelmente normal após os exageros, há alguns procedimentos que podem ser feitos em caso de DMIR. Mais útil que isso, no entanto, é a prática de certos hábitos preventivos, evitando que você sinta a desagradável dor toda vez que fizer exercícios.

Caso você já tenha exagerado na dose, anti-inflamatório não esteroides são úteis para reduzir os sintomas. Uma simples aspirina, por exemplo, pode reduzir seu desconforto. Em alguns casos, uma massagem suave e restitutiva pode ser interessante, desde que realizada por profissionais que realmente compreendam o que estão fazendo. Bolsas de água quente ou um banho quente – preferencialmente em banheira – também auxiliam muito na redução das dores.

Em caso de lesões que levem a inchaço visível, evite banhos quentes e aplique uma bolsa gelada sobre o local, para evitar agravamentos da inflamação.

No que diz respeito ao caráter preventivo, é útil que você sempre esteja bem alimentado antes da prática de exercícios físicos. Se as dores forem recorrentes, vitaminas C e E podem ser grandes aliadas para o seu caso.

Além disso, é absolutamente importante realizar aquecimentos físicos antes da prática mais intensa de exercícios. Isso auxilia não apenas na diminuição de dores posteriores, mas melhora o desempenho físicos propriamente dito, ao aumentar a temperatura do músculo e, consequentemente, sua resistência.

Recomendados Para Você:

Comments are closed.