Tipos de alongamento: Conheça os principais

O alongamento é uma parte muito importante de qualquer exercício físico que muitas pessoas acabam ignorando porque não acreditam nos seus benefícios, ou simplesmente porque não querem perder “tempo” com ele. Apesar disso, estudos comprovam a importância do alongamento para o corpo antes e depois do exercício ser realizado.

Alongamento

Os atletas devem, então, considerar dois fatores quando forem se alongar: suas próprias limitações físicas, e o tipo de exercício que irão realizar, para que pratiquem o alongamento mais adequado a ele.

É importante começar o alongamento pelos exercícios mais simples, nos quais você começa parado, e ir se direcionando para os mais elaborados e específicos, para que o seu corpo vá lentamente entrando no clima. Cada alongamento tem suas particularidades, mas é indicado que você mantenha a posição por cerca de 30 e 45 segundos. Aqui estão alguns tipos de alongamento.

Alongamento dinâmico ou balístico

Esse é um dos tipos mais simples de alongamento. Ele deve ser realizado quando o objetivo é aumentar o movimento das articulações, dando mais flexibilidade ao atleta. O alongamento dinâmico é aquele em que o atleta eleva os joelhos, faz alguns agachamentos e rotaciona o tronco e os braços. É indicado que ele seja realizado depois de você já ter aquecido um pouco o seu corpo.

Alongamento estático

O alongamento estático é realizado quando você estica os músculos. Existe uma série de exercícios de alongamento que podem ser utilizados com esse objetivo. É importante que o atleta mantenha a posição do alongamento por no mínimo 20 e não mais do que 30 segundos.

Isso acontece porque após a marca dos 30 segundos, os músculos começam a relaxar, o que não é benéfico para a atividade física. Por outro lado, esse tipo de alongamento pode ser realizado depois do treino, com cada posição durando de 30 a 45 segundos, o que irá ajudar os músculos a relaxarem e se recuperarem do esforço realizado.

Facilitação neuromuscular proprioceptiva

Para realizar esse tipo de alongamento, você precisará da ajuda de uma outra pessoa, preferencialmente um personal trainer ou algum profissional da área, que tenha experiência e conheça as limitações do seu corpo.

Ele é realizado assim: o seu ajudante irá segurar o seu membro sendo alongado em uma posição por 30 segundos, quando esse tempo acabar, você irá forçar esse membro contra o seu ajudante, que continuará segurando ele. Depois disso, o seu ajudante irá alongar ainda mais o seu membro, para aumentar a amplitude do seu movimento.

Alongamento específico

Como o nome já diz, o alongamento específico é aquele que é realizado com o esporte que você vai praticar em seguida em mente. É importante que esse tipo de alongamento seja realizado depois de qualquer outro, como um complemento, preparando o corpo especificamente para o esporte que você está prestes a praticar.

Por exemplo, se você for jogar futebol, é indicado que faça movimentos de chute. O alongamento específico serve para reduzir o risco de lesões durante a prática esportiva.

Alongamento passivo

O último tipo de alongamento é realizado com a ajuda de algum objeto específico, como um elástico ou uma bola suíça. Dessa forma, o controle do alongamento é determinado por esse objeto. É importante, porém, sempre respeitar os limites do seu corpo, pois ir além deles ou alongar em excesso trará prejuízos para os seus músculos.

Recomendados Para Você:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *