Silimarina: O que é? Para quê serve?

A silimarina é o extrato de uma erva floral da família das margaridas e da ambrósia americana. É uma planta nativa de países mediterrâneos, e costuma ser chamada de Cardo Mariano ou Cardo de Leite.

Silimarina

Recentemente, a silimarina passou a ser conhecida por suas propriedades medicinais e nutricionais. Com estas descobertas, diversos suplementos baseados na planta passaram a ser vendidos.

Se você tem dúvidas sobre a utilização destes suplementos, ou quer informar-se melhor, confira a análise sobre silimarina:

Para quê a silimarina é utilizada?

A silimarina, em forma de suplemento, costuma ser utilizada como um tratamento natural para problemas no fígado. Estes problemas podem incluir a cirrose, a hepatite, icterícia e problemas na vesícula biliar.

Além disso, alguns pesquisadores buscam demonstrar que a silimarina é eficaz na prevenção de doenças cardíacas e na melhoria dos níveis de colesterol no sangue. Outros estudos demonstram que ela possui efeitos benéficos para pessoas que sofrem de diabetes do tipo 2.

A silimarina realmente funciona?

A silimarina, que é o nome do extrato do Cardo Mariano, possui dois efeitos bastante conhecidos pela ciência. São efeitos anti-inflamatórios e anti-oxidantes, que já foram comprovados em diversos estudos.

Sobre o tratamento direto de doenças específicas, a ciência demonstra promissores resultados em grupos de teste, o que indica grande possibilidade de sucesso. De qualquer forma, seus efeitos comprovados auxiliam significativamente nos problemas relatados como parte de suas capacidades.

A silimarina faz bem para o fígado?

Algumas pesquisas em fase de conclusão demonstram que a silimarina possui efeitos auxiliares de recuperação em pessoas que possuem problemas no fígado relacionados ao abuso de álcool (como é o caso da cirrose, por exemplo).

Além disso, seu efeito anti-inflamatório é uma poderosa ferramenta para problemas relacionados ao fígado. Esta ação atrasa possíveis agravamentos no quadro do paciente – sejam eles diretamente relacionados ao órgão, ou consequências do problema.

A silimarina auxilia no tratamento de diabetes?

É bastante seguro afirmar que a silimarina possui um efeito bastante benéfico no tratamento da diabetes. Isto é especialmente verdade quando o componente é associado a tratamentos mais tradicionais.

Em conjunto com tratamentos regulares de diabetes, o composto acelera a diminuição dos níveis de açúcar no sangue, e auxiliam a regular os níveis de colesterol. Os testes são particularmente benéficos em pacientes com diabetes tipo 2.

Isto ocorre em função da capacidade do elemento de regular a resistência a insulina do organismo – característica principal da diabetes tipo 2. Vale lembrar que seu efeito é complementar ao tratamento, e não substitutivo.

A silimarina em relação à saúde cardíaca

Sabe-se que o componente tem a capacidade de regular os níveis de colesterol no sangue, o que ajuda a frear as chances de desenvolverem-se doenças cardíacas. Isto significa que o suplemento é um método não invasiva de prevenção a ataques cardíacos, derrames e etc.

Como tomar?

Recomenda-se que o suplemento seja tomado oralmente. Se o usuário preferir consumir a flor in natura, pode prepará-la em forma de chá. Não há problemas conhecidos na mistura do cardo e outras ervas.

Possíveis efeitos colaterais

Embora não seja algo comum para suplemento, é possível que a pessoa que utiliza silimarina nas primeiras vezes possa sentir alguns efeitos colaterais. Há estudos que indicam que é seguro consumir o suplemento por até 41 meses ininterruptos. Períodos superiores nunca foram testados.

Em alguns casos, o suplemento ou o chá podem causar diarreia. Em outros, os efeitos podem ser relacionados à náusea, inchaços na barriga, excesso de flatulência e estômago irritado.

Recomenda-se que mulheres grávidas ou em fase de amamentação evitem o consumo da silimarina. Pessoas com muitos tipos de alergia devem testar a utilização do suplemento, para identificar possíveis irritações, inchaços e efeitos comuns relacionados a reações alérgicas.

Recomendados Para Você:

teste