Sertralina emagrece? Veja as indicações e efeitos colaterais

Antes de ler esse artigo, tenho uma pergunta para você: Você tem interesse em demorar muito mais na cama? Quer saber o segredo dos atores pornô e deixar sua mulher LOUCA DE TESÃO? Clique aqui e assista ao vídeo.

Todo mundo está sempre atrás de um método rápido e fácil de emagrecer. Por isso, sempre surge algum programa de dieta, algum exercício, ou pior, algum remédio que as pessoas prometem que queima calorias de forma rápida.

Sertralina

Um desses remédios é a Sertralina, um remédio tarja preta que é comumente usado como um antidepressivo. Esse antidepressivo trabalhar aumentando a produção de serotonina no organismo, o que é usado para combater alguns transtornos psicológicos. Entre as condições que usam a sertralina no seu tratamento, estão o Transtorno Obsessivo Compulsivo, depressão, ansiedade, fobia social, estresse pós traumático, TPM e a Síndrome do Pânico.

Apesar desse uso específico, algumas pessoas consomem a sertralina para emagrecer. Mas será que funciona mesmo?

Sertralina emagrece?

Em muitos lugares ouvimos falar que a sertralina ajuda a emagrecer. O grande mito é que ela ajuda a criar uma sensação de saciedade, diminuindo o apetite de quem toma o remédio. Apesar disso, não existe nenhum estudo que ligue a sertralina à perda de apetite ou ao emagrecimento.

Então por que a sertralina tem essa fama?

Bem, se a sertralina não tem nenhuma relação com o emagrecimento, por que existe o mito de que ela ajuda a perder calorias? O que acontece é que por ser um antidepressivo que combate a ansiedade, ela pode fazer com que você coma menos.

Muitas pessoas quando estão ansiosas comem compulsivamente, mesmo sem ter fome. Combatendo essa ansiedade, a vontade de comer durante as crises não irá existir, pois as crises serão diminuídas. Dessa forma, os pacientes de ansiedade que consomem a sertralina podem apresentar certa perda de peso.

Efeitos colaterais da sertralina

Se o fato de a sertralina não estar ligada diretamente com o emagrecimento não foi o bastante para lhe convencer a não consumi-la para esse fim, então os seus efeitos colaterais vão. A lista é longa, e esse é um dos motivos para o remédio só ser vendido sob prescrição médica.

Entre o longo número de efeitos colaterais, podemos citar distúrbios de comportamento e dos movimentos do corpo, febre, náuseas, diarreia, distúrbios na ejaculação, perda da libido, dores abdominais, vômito, inchaço dos olhos, do rosto e do corpo, queda de cabelo, pressão alta, lesões hepáticas, fragilidade nos ossos, sangue na urina, aumento do colesterol ruim, descamação da pele, distúrbio psicótico, pesadelos, hipotireoidismo, além de uma sério de distúrbios e doenças hormonais e gastrointestinais, entre outros.

A sertralina e o álcool

Quem está passando por um tratamento com sertralina deve evitar o álcool sob qualquer hipótese. Muitos medicamentos podem ter efeitos perigosos se o paciente consumir bebidas alcoólicas durante o tratamento, mas a sertralina necessita de um cuidado especial. Isso acontece porque a combinação pode levar ao coma, causa lesões irreversíveis no cérebro e até mesmo levar à morte.

Superdosagem de sertralina

A superdosagem da sertralina é muito perigosa e também pode causar a morte do paciente. No caso da dosagem ser ultrapassada, não se deve forçar o vômito do medicamento. Ao invés disso, é preciso se dirigir imediatamente a um hospital com a embalagem da sertralina, para os médicos saberem como abordar o caso.

Recomendados Para Você:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *