O que é Reposição Hormonal? Entenda os Efeitos colaterais, Benefícios e sua importância

Casos de reposição hormonal normalmente são ligados a deficiências do organismo ou a fatores da idade que começam a intervir na boa saúde do organismo de uma pessoa. Porém, existem ainda aqueles que tentam recorrer a reposição hormonal de maneira incorreta, na forma de injeções de testosterona, por exemplo.

Nesse sentido, aqui trataremos de quando a reposição hormonal é mais indicada, e dos riscos, vantagens ou desvantagens em relação a esse tratamento. Vamos falar sobre reposição hormonal em mulheres e também em homens.

A Reposição Hormonal Feminina engoda? Entenda sua importância e benefícios

A menopausa é uma fase que pode ser muito delicada na vida das mulheres, uma vez que a produção do estrógeno e da progesterona, alguns hormônios que se encontram no organismo da mulher, param de ser produzidos.

Os sintomas dessa fase da vida das mulheres são bastante incômodos, e algumas delas acabam preferindo optar pela reposição hormonal na tentativa de que os sintomas sejam menores, e que essa fase se torne um pouco mais tranquila.

Nesta fase de menopausa, as mulheres podem sofrer com alterações de humor, alterações de pele e cabelos, ondas de calor, perda de libido, entre outros problemas que afetam boa parte das mulheres na menopausa.

reposição-hormonal-feminina

A menopausa ainda pode levar a mulher a sofrer com acidentes vasculares (AVC) e com riscos de doenças cardiovasculares, uma vez que o estrógeno que antes atuava na proteção do coração e no tecido gorduroso, agora parou de ser produzido. Dessa maneira, além do tratamento de reposição hormonal, é importante ainda evitar o abuso de álcool, o tabagismo e o sal em excesso, apostando em atividades físicas e no maior consumo de fibras e de cálcio.

Nesse sentido, existem alguns métodos naturais que ajudam na prevenção ou a lidar melhor com os efeitos da menopausa, onde a mulher deve investir em atividades físicas, uma boa alimentação e hábitos saudáveis relacionados inclusive ao sono e a maneira como a mulher gasta suas horas do dia, onde tentar lutar contra o estresse no trabalho ou em casa, também é muito importante.

Porém, algumas mulheres acabam preferindo a reposição hormonal uma vez que a mudança de seus hábitos não resolve e os sintomas da menopausa incomodam cada vez mais.

A reposição hormonal como sugere o nome, é um tratamento à base de hormônios que pode ajudar a mulher a enfrentar com mais facilmente esse período de menopausa. Porém, o tratamento de reposição hormonal pode ter efeitos negativos, e sua utilização é colocada em cheque em muitos casos.

Esse importante tratamento pode ser feito em dois tipos, o primeiro seria através de terapias naturais (onde o hormônio é retirado de animais), ou através de terapias sintéticas (onde substancias similares ao hormônio são produzidas em laboratório).

As contraindicações relacionadas ao tratamento de reposição hormonal, ocorrem quando a mulher sofra de algum quadro de trombose, câncer de mama, doenças no fígado ou doenças cardíacas, sendo necessária uma profunda avaliação individual em relação ao início desse tratamento.
Alguns especialistas porém acreditam e dão muito valor aos bons resultados da reposição hormonal, alegando que além de ajudar a mulher a superar os incômodos da menopausa, esse tratamento ainda ajuda a evitar a osteoporose, uma vez que com a diminuição do estrogênio os ossos ficam mais frágeis, e com a reposição hormonal esse quadro não aconteceria. E pontuando ainda o fator de que essa terapia hormonal pode ser útil ao ajudar na diminuição do risco de desenvolver o Alzheimer em 40%.

Porém, para que o tratamento tenha sucesso, ele deve acontecer em um período determinado que é de seis a oito anos após o início da menopausa, sendo esse um tempo de espera considerável, porém, importante.

A reposição hormonal masculina: veja os benefícios e efeitos colaterais.

Muitas pessoas acreditam que a reposição hormonal, de fato, é um tratamento voltado apenas para mulheres, principalmente no período da menopausa. Sendo assim, a reposição hormonal masculina normalmente é negligenciada, e muitos homens que podem sofrer em relação aos seus hormônios nada sabem sobre essa possibilidade.

reposicao-hormonal-masculina

Ainda que apenas uma pequena porcentagem dos homens sofra com a diminuição de hormônios na melhor idade, existem dados que comprovam que aos 80 anos, essa porcentagem pode chegar a 50%, caracterizando um quadro onde metade da população masculina pode estar sofrendo com problemas hormonais.

Isso acontece porque durante o envelhecimento, os níveis de testosterona começam a cair gradativamente, e a reposição hormonal se faz necessária. É claro que existem aqueles que tentam se aproveitar da situação sugerindo que precisam de reposição hormonal, quando na verdade, estão interessados apenas nos efeitos da testosterona para fins estéticos.

Porém, os homens que realmente tem sofrido com a perda de hormônios, provavelmente poderão sentir sintomas como: dificuldade de ereção, falta de concentração, perda de libido, estresse, perda de pesos, ganho de peso, diminuição da força e da massa muscular, insônia, etc. Esses efeitos podem começar a aparecer entre os 50 e 60 anos, e a partir daí a porcentagem de homens atingidos aumenta consideravelmente.

Sendo assim, a terapia de reposição hormonal pode ser indicada aos homens que tem sofrido esses sintomas em relação a diminuição de seus hormônios, e essa terapia poderá funcionar através de injeções de hormônio, ou através de adesivos e gel.  A reposição hormonal poderá trazer aos homens ainda, benefícios como perda de peso, melhora da libido, aumento da densidade óssea e massa muscular.

As contraindicações desse tratamento para os homens também existem, e são em relação a casos ou suspeitas de câncer de próstata ou de mama. Dessa maneira, é importante lembrar ainda que a reposição hormonal nem sempre é a melhor saída, e que o homem também pode optar por passar a levar uma vida mais saudável, seguindo uma alimentação equilibrada, praticando exercícios físicos e investindo em bons hábitos de sono. Evitar o tabaco, a obesidade e os exageros relacionados ao álcool também podem ajudar muito.

Assim, podemos concluir que a reposição hormonal pode ser muito importante na melhor idade, quando aparece a menopausa para as mulheres e a diminuição e hormônios nos homens, porém, esses tratamentos devem ser acompanhados por um médico de confiança.

Os sintomas relacionados a diminuição dos hormônios podem ser controlados e não há motivo para pânico, melhore a sua qualidade de vida, e em casos necessários, procure o tratamento de reposição hormonal.

Recomendados Para Você:

teste