Proteína da carne: características e benefícios

Antes de ler esse artigo, tenho uma pergunta para você: Você tem interesse em demorar muito mais na cama? Quer saber o segredo dos atores pornô e deixar sua mulher LOUCA DE TESÃO? Clique aqui e assista ao vídeo.

A proteína da carne é uma opção de suplemento cada vez mais interessante para aqueles que buscam melhoria no volume muscular. Trata-se de um suplemento extraído diretamente da carne, focado em uma alta concentração proteica como uma forma de substituição em relação a outras fontes de proteína, como as vegetais e as vindas do leite.

Sua intenção é semelhante à dos outros suplementos de proteína: oferecer recuperação e desenvolvimento muscular mais rápidos para aquele que pratica exercícios físicos com frequência.

Os suplementos de proteína da carne são feitos a partir da carne vermelha, na maior parte dos casos. Isso significa que são, em geral, bastante ricos em aminoácidos essenciais, o que o torna ainda mais eficiente do que a média, no que diz respeito aos resultados e à geração de um ambiente químico propício para o desenvolvimento muscular.

Saiba mais sobre a proteína da carne, seus tipos, benefícios e usos:

Quais os benefícios gerados pela proteína da carne?

Os benefícios da proteína da carne devem ser imaginados como os benefícios de consumir grandes quantidades de carne vermelha, mas sem a gordura e sem os efeitos colaterais (como o colesterol) de exagerar na comida, uma vez que apenas seus principais nutrientes são retirados.

Isso significa que o suplemento é rico em proteína, ferro e zinco, mas não oferece gorduras, colesterol nem excesso de calorias. A proteína da carne também carrega creatinas, o que oferecem um desenvolvimento mais orgânico da força, sem a necessidade de incorporação em ciclos.

Por isso, os resultados deste suplemento são semelhantes a poder comer grandes quantidades de carne após o treino, mas sem seus efeitos negativos. Isso significa mais desenvolvimento muscular, mais força e mais energia.

Diferenças entre proteína da carne isolada e hidrolisada

Se alguma vez você já buscou por proteína da carne em uma loja ou site de suplementos, deve ter percebido que há duas versões disponíveis para venda. A versão hidrolisada e a versão isolada.

A versão hidrolisada, assim como acontece em outros suplementos de proteína, gera partículas um pouco menores. Isso faz com que sejam mais rapidamente absorvidas pelo organismo, além de ser mais fácil que o corpo absorva os nutrientes.

A versão isolada, por sua vez, conta com moléculas maiores de proteína, que são absorvidas mais lentamente. O contraponto é que a versão isolada possui uma maior concentração de aminoácidos essenciais do que a versão hidrolisada. Por isso, é importante definir quais são as prioridades do atleta para fazer a melhor escolha.

Whey Protein ou proteína da carne?

Outra dúvida cruel entre os atletas é a relação entre a proteína vinda da carne vermelha em suplemento, e o whey, que vem diretamente da proteína do soro do leite. É importante entender, no entanto, que há diferenças. Um suplemento equivalente da carne e de whey (mesma concentração de proteínas) ainda apresenta algumas diferenças. A proteína da carne costuma ser mais concentrada em relação a amino-ácidos essenciais, considerando suplementos de mesma qualidade.

Ambos podem ser encontrados em versões de absorção rápida ou não. Um fator a ser levado em conta é a questão da matéria prima. É muito comum que pessoas descubram-se intolerantes à lactose uma vez que começam a consumir whey. A vantagem da proteína da carne, neste caso, é ser feita a partir da carne vermelha, o que a torna absolutamente segura para os intolerantes.

Recomendados Para Você:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *