L-Carnitina: Solução para queima de gordura

Antes de ler esse artigo, tenho uma pergunta para você: Você tem interesse em demorar muito mais na cama? Quer saber o segredo dos atores pornô e deixar sua mulher LOUCA DE TESÃO? Clique aqui e assista ao vídeo.

A L-Carnitina é um suplemento para aqueles que buscam uma melhor física – em especial, aqueles que querem estimular a queima de gordura em seu corpo. Uma de suas grandes vantagens é o fato de ser um produto naturalmente produzido pelo organismo, o que gera pouco efeitos colaterais para o organismo.

L-Carnitina

Saiba mais sobre a L-Carnitina, seus efeitos e seu uso:

O que é?

A L-Carnitina é uma substância encontrada no corpo humano – produzida no fígado e nos rins – que possui uma função bastante específica em relação à gordura que já foi armazenada dentro de nosso organismo.

Ela é a responsável por transportar aquilo que foi armazenado como gordura para dentro das células, onde a gordura é “queimada” para ser transformada em energia disponível para o corpo. Ao ser produzida no corpo, ela exige uma série de nutrientes, enquanto, ao ser tomada por via oral, torna-se imediatamente disponível para o corpo, estimulando a queima de gordura já estocada.

Efeitos no corpo

O fato de disponibilizar o instrumento para queima de gordura no corpo faz com que a L-Carnitina tenha um efeito estimulante quase instantâneo em função da energia liberada através desta gordura queimada.

Isso também faz com que contribua com o sistema imunológico do corpo, ao oferecer a energia adicional para que ele atue de forma mais ativa.

Quando aliada a uma alimentação adequada e uma rotina saudável de exercícios, espera-se uma série de efeitos positivos  adicionais, que incluem disponibilidade de energia e aumento de massa muscular (ao estimular que o corpo consuma a gordura, ao invés dos nutrientes que podem ser utilizados para a formação de massa magra).

Como tomar L-Carnitina?

Recomenda-se sempre a ingestão da L-Carnitina sem o acompanhamento de comida – preferencialmente com o estômago vazio. Neste sentido, a ideia é que seu consumo seja feito ao acordar. Isso é importante, também, em função do efeito estimulante da L-Carnitina, ao promover a liberação de energia através da queima de gordura.

As dosagens devem ser sempre discutidas com um profissional responsável, mas geralmente trata-se de uma única dose matinal de 500 a 2.000 mg, a depender da massa da pessoa e seus objetivos.

Efeitos colaterais da L-Carnitina

Os efeitos colaterais do consumo da L-Carnitina ainda não são bem claros para a medicina. Parte disso se dá em função de ser um composto já presente no organismo, o que faz com que os efeitos colaterais conhecidos não sejam necessariamente relacionados ao seu consumo, mas – sobretudo – ao exagero irresponsável das doses por parte dos consumidores.

Nestes casos, sabe-se de efeitos como náuseas, irritação no trato digestivo, cólicas, vômitos e diarreias. Sabe-se, também, que o consumo adicional de L-Carnitina não é recomendado para aqueles que já possuem hipertensão e doenças coronárias.

O efeito estimulante e a liberação momentânea de triglicerídeos no sangue para o consumo da gordura é potencialmente perigoso para quem já tem um histórico de doenças deste tipo.

Por isso, se você sofre de hipertensão, o consumo deste tipo de medicação não é recomendado, e só deve ser feito a partir da indicação de um profissional que dê atenção especial para o seu caso.

Recomendados Para Você:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *