Glutamina: conheça a importância do suplemento no ganho de massa muscular

Os suplementos estão cada vez mais fazendo parte do dia a dia de quem treina, seja para ganhar massa muscular até ganhar ou perder peso. Seu aumento de popularidade acontece porque eles ajudam a potencializar os resultados do treino.

Entre esses suplementos, um que está conquistando a atenção do público é a Glutamina.

Mas, antes de tomar qualquer um desses suplementos, é importante lembrar que cada um deles tem resultados diferentes no nosso organismo e, por isso, devemos estar atentos às composições e ações de cada um para saber qual devemos tomar e, também, saber qual o melhor momento e dosagem que deve ser ingerida para obter os melhores resultados possíveis.

O que é a Glutamina?

glutamina

A Glutamina é constituída por um grupo de aminoácidos que é produzido naturalmente pelo nosso corpo. Esses aminoácidos são o que formam a maior parte dos nossos músculos e eles ajudam no ganho de massa magra. Essencial no processo da síntese das proteínas, o consumo da Glutamina pode intensificar os seus benefícios no organismo, potencializando os resultados que você já obteria naturalmente com os aminoácidos que o seu corpo consegue produzir sozinho.

Como e quando devo tomar a Glutamina?

A Glutamina vem tanto em pó como em pequenos comprimidos. A dose recomendada diária é de 5 a 10 gramas, dependendo do quão rápidos e intensos você deseja que os resultados da Glutamina sejam no seu organismo.

Se você está tomando Glutamina aliada ao treino, tomar uma dose uma meia hora antes dos exercícios pode ajudar a potencializar os seus resultados. Da mesma forma, tomar uma dose de Glutamina logo depois do treino irá ajudar o seu corpo a se recuperar de todo o esforço realizado.

Se o consumo de Glutamina não está sendo realizado aliado ao treino, tomá-la no café da manhã irá ajudar no funcionamento do seu corpo ao longo do resto do dia. Outra opção é tomar uma dose junto da sua última refeição do dia, que irá ajudar na produção de hormônios enquanto você dorme. Não existe, entre essas, uma maneira certa de tomar a Glutamina, somente um jeito que combine melhor com os resultados que você deseja obter com ela.

Benefícios da Glutamina para o organismo

Como os músculos são responsáveis por manter os níveis de Glutamina regularizados no nosso organismo, é recomendado que pessoas com um estilo de vida mais fisicamente ativo tomem a Glutamina como suplemento. Isso irá garantir que o funcionamento do organismo dessas pessoas não seja afetado pelo desgaste muscular que acontece durante a realização de exercícios físicos.

A Glutamina ainda é responsável por outros benefícios no nosso organismo. Entre eles está o melhor funcionamento do nosso sistema imunológico, assim como o aumento da atividade mental.

Efeitos colaterais da Glutamina

Apesar de não existirem efeitos colaterais ligados diretamente com a Glutamina que devam ser cuidados, existe uma atenção que você deve tomar com o consumo excessivo do suplemento. A ingestão frequente de doses excessivas de glutamina, ou seja, doses diárias com a quantidade maior do que a recomendada, podem causar a baixa produção natural da Glutamina pelo corpo.

A baixa quantidade de Glutamina pode ser bastante prejudicial ao organismo. Por isso, é preciso tomar cuidado e não exagerar nas doses suplementais que você toma ao longo dos dias. O suplemento deve ser utilizado para potencializar os efeitos da Glutamina no organismo e não para substituir completamente a sua produção.

Contraindicações da Glutamina

O único caso em que a Glutamina deve ser completamente evitada é para os portadores de diabetes, pois o nosso organismo funciona desregularmente quando está sintetizando a Glutamina. Por isso, se você é diabético, mas precisa consumir a Glutamina como suplemento, é melhor fazê-lo acompanhado da consulta de um profissional da saúde para garantir que os seus efeitos não sejam prejudiciais ao seu organismo.

Recomendados Para Você:

teste