Glucosamina: o que é? Para quê serve?

Antes de ler esse artigo, tenho uma pergunta para você: Você tem interesse em demorar muito mais na cama? Quer saber o segredo dos atores pornô e deixar sua mulher LOUCA DE TESÃO? Clique aqui e assista ao vídeo.

Glucosamina

O glucosamina é um componente naturalmente encontrado na cartilagem das juntas, e é formada a partir da união de açúcares e proteínas. Ela age como um dos importantes “amortecedores” e lubrificantes nas juntas do corpo, permitindo a movimentação com menos dores nos músculos e juntas.

Além disso, a glucosamina possui propriedades anti-inflamatórias, o que a torna especialmente útil no tratamento de problemas como artrite e artrose. Sem a glucosamina, todos os nossos movimentos e tarefas seriam dolorosos e complicados.

A glucosamina também é necessária para a síntese de algumas proteínas e lipídios essenciais para a formação de alguns tecidos, como a cartilagem. Isso significa que ela é peça fundamental na construção de tendões, juntas e ligamentos.

Muitas pessoas podem beneficiar-se da suplementação de glucosamina, especialmente em relação ao alívio de dores. Cerca de 6 a 8 semanas de suplementação são suficientes para obter diminuição das dores nas juntas, o que é uma notícia muito boa para quem sofre de dificuldades de locomoção em função de dores nos joelhos, por exemplo.

Como a glucosamina funciona?

A maior parte das pesquisas indicam que a suplementação de glucosamina atua diretamente no aumento da cartilagem e do fluido lubrificante em torno das juntas, auxiliando na redução de dores e lesões. Isso ocorre pois a glucosamina é um amino-sacarídeo que auxilia na criação da cartilagem. Essa construção é feita a partir de componentes chamados agrecanos e proteoglicanos.

É exatamente a falta destes componentes que fazem com que condições como a artrite ocorra no corpo humano. Por isso, a glucosamina é essencial para evitar a deterioração das juntas, reduzindo os sintomas naturais da condição.

Benefícios da suplementação com glucosamina

Tanto a suplementação quanto a manutenção de níveis adequados do componente no corpo geram conhecidos efeitos de:

  • Redução de inflamações e reversão de reações auto-imunes;
  • Preservação da saúde das juntas;
  • Redução das dores e inchaços nas juntas;
  • Proteção e reparação da saúde gastro-intestinal;
  • Combate a irritações no estômago, bexiga e intestinos;
  • Reconstrução de tecidos e ossos mais fortes após fraturas;

Em geral, recomenda-se a suplementação com sulfato de glucosamina, pois o sulfato enriquece o papel do componente no corpo, em especial para a produção de cartilagem.

Glucosamina e a saúde das juntas

Como já mencionado, o componente é essencial para a saúde das juntas, especialmente frente a sintomas de doenças degenerativas como a artrose. A idade naturalmente impacta a força e a resistência destas partes do corpo, gerando perda de cartilagem e dores. Embora não seja uma solução definitiva para o problema, já comprovou-se que a glucosamina é uma das soluções mais eficientes para estas situações.

Isso ocorre pois o componente desacelera a deterioração das juntas quando utilizada a longo prazo, além de promover certos benefícios, como combate à inflamação, que os remédios comuns não oferecem. Os resultados, obviamente, dependem de organismo para organismo, mas, de forma geral, a glucosamina é uma das soluções mais eficientes para a saúde das juntas.

Efeitos colaterais e cuidados necessários

Como o componente já faz parte da composição do corpo humano, ela é geralmente muito segura para utilização e suplementação. Os estudos realizados até os dias de hoje demonstram que a suplementação diária por até oito semanas é eficiente contra sintomas de desgaste das juntas e apresenta pouco ou nenhum efeito colateral arriscado.

Em algumas raras ocasiões, no entanto, é possível que a pessoa apresente efeitos colaterais não à glucosamina em si, mas em relação à fonte de produção dos suplementos. Se você possui alergia a frutos do mar em geral, é importante testar previamente se você apresentará alergias em relação ao suplemento, uma vez que a maioria deles é feito a partir deste tipo de material. Sempre consulte a embalagem para certificar-se qual a origem do suplemento utilizado.

Recomendados Para Você:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *