Falta de apetite sexual: o que fazer?

Antes de ler esse artigo, tenho uma pergunta para você: Você tem interesse em demorar muito mais na cama? Quer saber o segredo dos atores pornô e deixar sua mulher LOUCA DE TESÃO? Clique aqui e assista ao vídeo.

Embora a falta de apetite sexual nem sempre seja comentada ou discutida, por ser um tabu tão persistente em nossa sociedade, este é um problema muito mais comum do que se pode imaginar, tanto para homens quanto para mulheres.

Estima-se que entre 15% e 20% dos homens sofram de falta de apetite sexual, e o percentual pode quase dobrar no caso das mulheres. Muitas vezes, por vergonha de tratar o assunto com outras pessoas ou pela simples incapacidade de assumir o problema, muitas pessoas passam o resto de sua vida sem tratar a falta de apetite sexual de maneira adequada.

Há, no entanto, vários métodos que auxiliam a recuperar a libido de maneira eficiente – alguns são simples e praticamente sem custos, enquanto  outros são soluções clínicas. A depender do seu caso, algumas formas serão mais ou menos eficientes que outras, o que torna sempre útil contar com acompanhamento profissional nestas questões.

Entre as principais formas de tratar a falta de apetite sexual, destacam-se:

Melhorar sua condição física

Muitas vezes, a falta de apetite sexual está ligada ao sedentarismo e à falta de estímulos físicos do organismo. É cada vez mais comum que pessoas passem um dia inteiro dando não mais do que algumas dezenas de passos desde o momento que acordam até a hora de dormir.

Um corpo sem estímulos é um corpo menos capaz de reagir – inclusive em matérias sexuais. Encontrar uma atividade física que seja prazerosa e estimulante melhorará progressivamente sua vida sexual, além de dar mais confiança e saúde.

Estimule sua imaginação

Muitas pessoas desenvolvem uma falta de apetite sexual e, função da falta de estímulos psicológicos. Com o tempo, é comum que rotinas sexuais tornem-se menos interessantes, e fazer a mesma coisa de sempre durante anos não é exatamente emocionante.

Por isso, uma boa forma de lidar com o problema é buscar a realização de fantasias sexuais. Sejam elas literalmente fantasias ou hábitos, posições e desafios, o sexo torna-se muito mais interessante quando passa a dizer respeito à exploração de novos horizontes.

Crie expectativa e planeje

A ideia de esperar pelo sexo e planejar um momento para isso pode não ser recomendada para todas as situações, mas em casos de falta de apetite sexual, o planejamento pode ajudar a construir a expectativa. Utilizar este tempo de antecedência para provocações, por exemplo, pode estimular a pessoa e construir algo excitante em seu imaginário.

Além disso, é útil cortar a masturbação neste período. Muitas pessoas que sofrem com a falta de apetite sexual acabam compensando seus raros desejos com masturbação – o que torna o momento do sexo ainda menos atrativo, e reduz a libido.

Explore durante o sexo

Não é raro encontrar pessoas que passam a vida toda pensando que sexo se resume aos genitais. Essas pessoas são altamente propensas a desenvolver a falta de apetite sexual durante a vida, pois simplesmente não se permitem explorar.

O sexo é o momento para não ter nenhum tipo de preconceitos. Experimente novas posições, novas zonas erógenas e permita-se estimular e ser estimulado de várias maneiras. Isso ajudará você a entender o que dá prazer de fato, e a querer buscar coisas cada vez mais estimulantes.

Dialogue

O diálogo é um conselho clichê para várias coisas na vida, e não é diferente quando o assunto é a falta de apetite sexual. Neste caso, conversar é a melhor maneira de ter novas ideias e, sobretudo, fazer com que sua parceira ou parceiro se torne alguém que auxilie você na busca de seu próprio prazer.

Busque ajuda profissional

Se nenhuma das dicas anteriores funcionar, não tenha medo de buscar por pessoas especializadas em tratamentos para a falta de apetite sexual. Em alguns casos, pessoas passam anos com problemas na libido para descobrir que mudanças simples em sua rotina ou suplementações básicas teriam resolvido tudo rapidamente.

Em alguns casos, pode haver alguma condição clínica mais significativa, e um profissional ajudará você a tratar o problema da melhor maneira, e certamente não fará nenhum juízo de valor sobre a questão.

Recomendados Para Você:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *