Doenças Causadas pelo Consumo de Cigarro

Todos os anos, diversas campanhas são realizadas para conscientizar a população a respeito das doenças causadas pelo consumo de cigarro. Além de serem muitas, essas doenças são graves, e são causa de um parcela significativa das mortes de quem fuma regularmente.

Nos EUA, por exemplo, o tabaco é a maior causa de mortes evitáveis e prematuras no país, estimando-se que uma a cada cinco mortes no país são causadas pelo consumo de tabaco.

Confira algumas dessas doenças causadas pelo consumo de cigarro, e entenda alguns dos motivos pelos quais você e as pessoas próximas deveriam parar com este hábito.

Câncer de pulmão

Fumar aumenta dramaticamente suas chances de desenvolver câncer de pulmão, e isso não é um exagero. Estima-se que homens e mulheres fumantes são, respectivamente, 23 e 13 vezes mais propensos a desenvolver este tipo de câncer do que não fumantes. Trata-se de uma das mais problemáticas doenças causadas pelo consumo de cigarro.

Além disso, estima-se que um fumante passivo – aquele que convive em um ambiente com pessoas fumantes, mas não fuma – tenha de 20% a 30% mais chances de desenvolver o problema do que pessoas que possuem pouco contato com a fumaça dos cigarros.

Doenças cardíacas

Entre as doenças causadas pelo consumo de cigarro, aquelas relacionadas ao coração estão entre as que mais ocorrem. Estima-se que fumantes tenham quatro vezes mais risco de desenvolver doenças cardíacas do que pessoas não fumantes.

A nicotina nos cigarros reduz a quantidade de oxigênio que o coração recebe, e aumenta a frequência cardíaca, colocando o coração sob mais estresse. Estima-se que cerca de 20% das mortes advindas de problemas cardíacos sejam causadas pelo tabagismo.

Derrame

Fumar gera à pessoa o dobro de chances de ter um derrame. Este problema também é resultante da falta de oxigênio no sangue, obrigando o coração a trabalhar de maneira mais intenção. Como resultado, o sangue coagula com mais facilidade, e estes coágulos podem bloquear o fluxo sanguíneo no cérebro, causando o famigerado derrame.

Câncer de esôfago e de faringe

O volume de tabaco consumido por alguém em seu dia a dia é diretamente ligado aos riscos desta pessoa desenvolver câncer na boca, no esôfago e na faringe. Isso significa que os riscos são desde os lábios e bochecha, até os pontos mais remotos de nossa garganta. Trata-se de um condição dolorosa e de difícil tratamento, que afeta desde a alimentação, até a capacidade de falar.

Cataratas

O condição oftalmológica conhecida como catarata acontece com as “lentes” naturais do olho tornam-se opacas, o que leva à perda de visão. Atualmente, cataratas são as principais causas de perda de visão em adultos, e fumar aumenta significativamente os riscos de desenvolvimento do problema.

Diabetes tipo 2

A diabetes tipo 2 é o tipo mais comum do problema, e o tabagismo eleva muito a possibilidade de a condição acontecer. Estima-se que fumantes apresentam um risco de 30% a 40% maior de desenvolver a doença. Além disso, diabéticos fumantes possuem muito mais dificuldade de conviver com a doença, a apresentam riscos aumentados de ter alguns dos piores sintomas possíveis da diabetes em seu corpo.

Artrite reumatoide

Depois de uma longa discussão na comunidade científica, já é possível dizer que a artrite reumatóide inclui-se entre as doenças causadas pelo consumo de cigarro. Essa inflamação nas juntas gera dores muito desagradáveis, deformidades e pode levar, até mesmo, à imobilidade parcial.

Disfunção erétil

Outra condição já bastante conhecida entre as doenças causadas pelo consumo de cigarro é a disfunção erétil. Fumar causa o acúmulo de placas arteriais que obstrui o fluxo sanguíneo. Em um estudo, homens que fumam mais de um maço de cigarros por dia apresentam 60% mais risco de desenvolver disfunção erétil.

Recomendados Para Você:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *