Dieta para hipertrofia: O que você precisa saber?

Se você não está ganhando massa magra, há chances de que você não tenha uma dieta para hipertrofia adequada. Por “dieta para hipertrofia” entende-se que tudo o que você come e não come durante o dia, afeta seus ganhos.

Isso inclui proteínas, gorduras, carboidratos e os diversos tipos de suplementos que você possivelmente consome. Quando você planejar suas refeições, é importante dividir os alimentos em três categorias de nutrientes específicas. Elas são as proteínas, as gorduras e as vitaminas e minerais, além de carboidratos.

Dieta para hipertrofia

Se seu objetivo é construir mais músculos no corpo, confira estas dicas e informações essenciais. Elas ajudarão você a entender como um dieta para hipertrofia faz toda a diferença para a obtenção de resultados.

Calorias

Da forma mais resumida possível, é correto dizer que para o ganho de peso, é necessário consumir mais calorias do que o corpo consome durante o dia. Algumas vezes, no entanto, isto pode gerar um aumento de massa magra e de gordura. Este nem sempre é, por motivos óbvios, o desejado pelo atleta.

Algumas vezes, em uma dieta para hipertrofia, considera-se ganhar gordura junto à massa magra para emagrecer depois. Esta escolha depende do planejamento de cada um.

Por isso, as informações básicas a respeito das calorias em uma dieta para hipertrofia são simples. Ingerir mais calorias do que o corpo gasta.

Macronutrientes

As calorias são providas por macronutrientes, como proteínas, gorduras e carboidratos. Aprende um pouco mais sobre cada um deles, e como eles influenciam em uma dieta para hipertrofia.

Proteína

Este é um dos nutrientes mais essenciais para a formação de músculos. Você deve buscar consumir cerca de dois gramas de proteína para cada quilograma de massa total no corpo. É uma regra simples de lembrar, e fará muita diferença em seu dia.

Para isso, é importante escolher uma proteína magra, como peixes ou frango (sem pele), especialmente o peito. Suplementos de proteína também são ótimas opções para complementação.

Outras carnes funcionam tão bem quanto, em relação ao fornecimento de proteínas. Apenas é importante que você certifique-se de retirar a gordura visível destes alimentos.

Gorduras

Outro passo importante a ser decidido, é de onde virão as gorduras essenciais de sua dieta para hipertrofia. É necessário, também, saber que nem todas as gorduras agem sobre o corpo da mesma forma.

Alguns tipos de gordura podem até mesmo prevenir o ganho de gordura indesejada, enquanto outras favorecem o ganho de gordura localizada de forma muito específica. Há algumas gorduras que são essenciais, como ômega-3 e outras gorduras “ácidas”.

Por isso, dê preferência para gorduras oriundas de peixes, plantas e sementes ou nozes. Há, também, uma série de suplementes que podem auxiliar você a adicionar estas gorduras à dieta.

Tenha em mente que diversos alimentos já possuem gorduras – carnes, leites, queijos e etc. Cada tipo de gordura, apresenta seu próprio nível calórico e suas forma no corpo. Por isso, para equilibrar sua dieta de maneira perfeita, é importante ter o auxílio de um especialista.

Vitaminas e carboidratos

Além de proteínas e gorduras, há vitaminas e minerais que são essenciais na dieta para hipertrofia. Frutas, grãos e vegetais adicionam estes nutrientes à sua dieta. Recomenda-se entre três e cinco porções de vegetais e duas a quatro de frutas a cada dia.

Entende-se como uma porção, um volume equivalente a uma xícara. No caso das frutas, uma fruta média (maçãs, laranjas e bananas) correspondem a uma porção.

Estes alimentos também costumam fornecer boas doses de carboidratos, necessários para o fornecimento energético do corpo. Grãos também são ótimas fontes de carboidrato. Suas versões integrais são ainda melhores para o corpo, pois apresentam uma absorção mais lenta dos nutrientes.

Busque certificar-se se os alimentos vendidos como “integrais” realmente o são. Isso faz total diferença na qualidade da sua dieta. Batatas e tubérculos são outras fontes de carboidratos riquíssimas, e são extremamente fáceis de serem preparadas.

Os carboidratos tendem a ser a principal fonte de energia de uma dieta para hipertrofia, o que torna importante escolher boas origens para o nutriente.

Um homem de tamanho médio em uma dieta para hipertrofia dedicada deve consumir quase meio quilograma de carboidratos durante o dia. Se necessário, recomenda-se recorrer a suplementos de velocidades específicas de absorção pelo organismo.

Recomendados Para Você:

teste