Dieta HCG: Entenda os riscos e como funciona

Antes de ler esse artigo, tenho uma pergunta para você: Você tem interesse em demorar muito mais na cama? Quer saber o segredo dos atores pornô e deixar sua mulher LOUCA DE TESÃO? Clique aqui e assista ao vídeo.

Com o aumento da tendência de manter um estilo de vida mais fitness e saudável, diversas dietas e rotinas de treino começam a surgir prometendo a queima de gordura e perda de peso mais rápida para atingir o peso ideal.

Dieta HCG

Às vezes, com tantas opções e tantas promessas diferentes, fica difícil saber quais métodos entre esses todos são realmente efetivos e, mais importante, qual deles é seguro para a saúde.

A dieta HCG

Entre esses métodos malucos de perder peso, está a dieta HCG. Apesar de não ser nova, pois foi desenvolvida nos anos 50, essa dieta ainda dá muito o que falar entre quem está tentando emagrecer. A dieta HCG se baseia em um consumo mínimo de calorias diário, apenas 500! E também em uma injeção diária da Gonadotrofina Coriônica Humana (HCG), que é um hormônio produzido por mulheres durante a gestação. E aí, será que a dieta HCG funciona e é segura para o organismo?

Controvérsia da dieta HCG

A dieta HCG foi desenvolvida nos anos 50 para tratar pacientes de obesidade e, apesar de ter seus resultados positivos, sua efetividade para emagrecer nunca foi comprovada.

Vários estudos foram realizados para avaliar a ação do hormônio HCG na perda de peso e com eles não foram encontradas evidências científicas de que ele de fato auxiliava na perda de peso. O motivo disso, é porque o hormônio não causa a redistribuição de gordura no organismo, nem diminui o apetite dos pacientes.

Como a dieta HCG funciona

Inicialmente, ela era usada somente para tratar a obesidade. Mas, com o tempo, fora estabelecido um padrão para a dieta de acordo com os objetivos de cada paciente.

Quem quer perder menos de 7kg, por exemplo, recebe uma diária da injeção de HCG por 23 dias. Nos 2 primeiros dias da dieta HCG, sua alimentação deve ser muito calórica e, a partir do terceiro dia, iniciar o tratamento com 500 calorias ao dia por 26 dias. Ao final da dieta, deve haver uma fase de readaptação alimentar, incluindo gradualmente mais alimentos ao seu cardápio durante 3 semanas.

Para quem quer perder mais de 7kg

Para quem quer perder mais de 7kg, a dieta HCG é um pouco mais longa. A mesma dose diária do hormônio deve se prolongar por 40 dias, evitando somente o período em que as mulheres estão menstruadas. A alimentação também é mais calórica nos primeiros 2 dias e se limita a 500 calorias a partir do terceiro, durante 43 dias. A fase de readaptação deve ter mais cuidado, introduzindo primeiro as proteínas e deixando os carboidratos por último.

No caso da segunda dieta, o paciente que perder 17kg antes de atingir os 40 dias deve interromper a dieta HCG e partir para a readaptação alimentar, evitando riscos à sua saúde. O objetivo da dieta HCG é fazer com que o organismo utilize as próprias reservas de gordura para se sustentar, por isso níveis tão baixos de calorias devem ser consumidos.

Perigos da dieta HCG

Essa dieta pode sim fazer você perder muitas calorias em pouco tempo, mas o preço disso é bastante alto. Como ela baixa o consumo de calorias para o mínimo, você pode sofrer de algumas deficiências nutricionais, que podem desencadear a queda de cabelo, alterações de humor, dores de cabeça, constipação e confusão.

Além disso, um dos maiores perigos da dieta é o uso do hormônio HCG. Ele só é permitido em tratamentos de infertilidade, pois a elevação dos seus níveis é bastante prejudicial à saúde. Os altos níveis do hormônio HCG no organismo pode causar problemas desde distúrbios hormonais até tumores no organismo.

Por fim, existem alguns riscos que todas essas dietas milagrosas, que queimam muita gordura em pouco tempo, podem causar. Entre eles está o famoso efeito sanfona, que é a última coisa que você quer que aconteça na sua busca pelo corpo ideal.

Recomendados Para Você:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *