Como parar de fumar: melhores métodos e tratamentos

Antes de ler esse artigo, tenho uma pergunta para você: Você tem interesse em demorar muito mais na cama? Quer saber o segredo dos atores pornô e deixar sua mulher LOUCA DE TESÃO? Clique aqui e assista ao vídeo.

Se você quer ou já tentou parar de fumar, certamente sabe os benefícios que o abandono deste vício gera para seu corpo. Deve saber também, no entanto, as dificuldades deste processo.

Se o primeiro passo é comprometer-se a larga o vício, o segundo é aceitar que será difícil, e você precisará de esforço para isso. A boa notícia é que existem diversos métodos para parar de fumar, e várias dicas que ajudam você a manter-se no plano.

Para isso, separamos algumas técnicas para parar de fumar, e algumas dicas essenciais para que você consiga manter-se longe do vício de maneira definitiva:

Métodos e tratamentos para parar de fumar

Não existe uma forma universal que garantirá que todas as pessoas consigam parar de fumar. Cada pessoa possui suas próprias demandas e particularidades, e é necessário entender quais métodos funcionam melhor com cada um.

Por isso, separamos opções diferentes para você considerar quais podem funcionar melhor com você:

Abandono a seco

Cerca de 90% de todas as pessoas que já tentaram parar de fumar contam que utilizaram ao menos uma vez a técnica de simplesmente decidir parar com o vício sem nenhuma ajuda externas. Essa técnica é a mais popular, mas a mais difícil de todas: tenta-se obter o sucesso sem medicamentos, terapia ou nenhum auxílio, simplesmente jogando os cigarros fora e torcendo para nunca mais comprar um maço.

A verdade, no entanto, é que apenas cerca de 4% a 7% das pessoas que tentam essa técnica conseguem obter sucesso. Isso acontece porque a falta de suporte torna o processo uma batalha entre a força de vontade e as demandas do  corpo já viciado. Vale a pena tentar, mas sempre é importante considerar as outras opções.

Terapia comportamental

Felizmente, há diversas terapias especializadas em abandonar o tabagismo atualmente. Nestas terapias, um profissional auxilia você a entender quais são os gatilhos mentais que levam você a fumar, e desenvolver um plano para afastar-se e evitar a ativação destes gatilhos.

Terapia com substituição de nicotina

Uma forma bastante eficiente e utilizada para parar de fumar é recorrer às pastilhas, adesivos e gomas de mascar com nicotina. Elas oferecem a nicotina que seu corpo exige, quando está viciado, sem a necessidade de fumar.

Assim, é possível primeiro abandonar o hábito de fumar por si só, e – aos poucos – abandonar a sensação química da nicotina no corpo, que é o fundamento químico do vício. É importante considerar, no entanto, que essa situação não pode ser definitiva: é necessário planejar tanto o abandono dos cigarros, quanto dos chicletes, adesivos e pastilhas.

Medicação

Existem medicamentos e suplementos que auxiliam na redução dos impulsos por fumar, bem como no controle dos sintomas da abstinência, o que torna o tratamento muito mais eficiente. Há, no entanto, um custo envolvido, bem como possíveis efeitos colaterais.

Tratamentos combinados

Utilizando-se da combinação de tratamentos e métodos distintos, você possivelmente conseguirá resultados mais eficientes. Uma das opções mais úteis é combinar a terapia com substituição da nicotina com a terapia comportamental. Assim, você consegue controlar aos poucos o afastamento do vício, entendendo de forma duradoura as maneiras de evitar o seu retorno.

Recomendados Para Você:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *