Como escolher uma gravata? Dicas práticas

Antes de ler esse artigo, tenho uma pergunta para você: Você tem interesse em demorar muito mais na cama? Quer saber o segredo dos atores pornô e deixar sua mulher LOUCA DE TESÃO? Clique aqui e assista ao vídeo.

Como escolher gravata

Escolher uma gravata pode parecer uma tarefa muito simples – para muitos, qualquer coisa serve, afinal um traje que exige gravata sempre é elegante, certo?

Na prática, não é bem assim.

Uma gravata pode transformar uma combinação comum em algo incrível, ou – se escolhida incorretamente – estragar o visual. Isso porque enquanto ternos geralmente são pretos, cinzas ou azul marinho, em sua vasta maioria, e as camisas tendem para tons discretos, resta à gravata definir o tom final e individual daquele traje.

Não à toa, existe uma infinidade de opções para encontrar a gravata perfeita: cores, padrões, texturas e formas geralmente são um prato cheio para quem gosta de escolher, mas uma dor de cabeça para quem quer resolver tudo da forma mais prática possível.

Por isso, criamos este guia sobre como escolher uma gravata, para não haver erro na combinação adequada. Confira:

Fatores essenciais em uma gravata

Há basicamente três fatores absolutamente importantes na hora da escolha, que devem ser os principais parâmetros de análise:

  • O padrão da gravata;
  • A cor da gravata;
  • A proporção da gravata (o corte);

Se você realmente gosta dos detalhes, a textura também é um fator interessante. No entanto, ela não faz parte deste guia básico, para fins de simplificação.

Os padrões da gravata

Ao escolher uma gravata, os padrões são absolutamente importantes. Padrões geralmente variam entre listras, formas geométricas e pequenos detalhes repetidos. Algumas gravatas contém figuras únicas, mas essas provavelmente não fazem parte da lista de boas escolhas desta lista.

A justamente nos padrões que surgem as primeiras dúvidas: como combinar os padrões da gravata com os padrões da camisa, se ela não for lisa, ou do terno (em paletó risca-de-giz, por exemplo)?

A regra é: nunca repita as mesmas larguras de padrões quando eles forem repetidos. Se você utilizar uma gravata listrada e um camisa listrada com listras semelhantes, haverá uma ilusão de ótica que é naturalmente confusa para o olho, desagradando à primeira vista.

Obviamente, quando trata-se de uma gravata totalmente lisa de cor sólida, não há nenhum problema em combiná-la com ternos ou camisas lisos. Neste caso, não considera-se um padrão.

Cores

Outro ponto crucial é a cor da sua gravata. Para analisar a cor adequada, o ideal é testar todas as peças do traje juntas para definir se suas cores funcionam de maneira harmoniosa. Se você está em dúvidas a respeito da combinação, é possível que haja algo de estranho nela, e partir para outra escolha pode ser mais seguro.

Comece sempre pela escolha do terno, já que é a peça maior, que geralmente existe em menor quantidade no guarda-roupas. Depois, escolha as possíveis camisas e as gravatas disponíveis. Se possível, escolha a camisa que você quer usar com aquele terno, e depois teste as combinações com as gravatas.

Em geral, um ser humano adulto é capaz de perceber quando há um conflito entre as cores. Você pensará haver algo de esquisito naquela combinação – confie nesta impressão, pois ela provavelmente está certa. Teste opções diferentes até nenhum sinal de alerta apitar em sua cabeça.

Se você realmente tem dificuldade de combinar as cores, sempre pode-se optar pelas escolhas tradicionais. Escolher uma gravata vermelha ou azul com um terno escuro e um camisa clara geralmente é um acerto em cheio, especialmente se os tons das gravatas forem um pouco mais escuros. Com o tempo, no entanto, é sempre interessante experimentar um pouco para encontrar opções com combinem mais com você.

A proporção da gravata

Geralmente, a proporção possui um papel mais ou menos secundário. Atualmente, a proporção pode ser referida como a largura da gravata. Em geral, acertar-se com uma gravata de largura comum, que é adequada para todos.

Se você quer um look mais jovem, ou for uma pessoa magra, a versão skinny, mais fina pode ser a ideal. Nos dias de hoje, optar por gravatas mais largas é muito raro, e só é recomendado para homens com os ombros realmente muito largos, para geral certa proporcionalidade.

Recomendados Para Você:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *