Balanite: causas, sintomas e tratamento

Antes de ler esse artigo, tenho uma pergunta para você: Você tem interesse em demorar muito mais na cama? Quer saber o segredo dos atores pornô e deixar sua mulher LOUCA DE TESÃO? Clique aqui e assista ao vídeo.

A balanite é uma condição médica comum, que afeta cerca de um a cada vinte homens. Ela se expressa  através do inchaço da pele ou da glande do pênis. Ela ocorre principalmente em homens não circuncidados.

Embora possa ser razoavelmente dolorosa, a balanite não é uma condição necessariamente séria. O uso de medicação leve pode ser suficiente para o tratamento. Saiba tudo sobre a balanite, suas causas e tratamento:

Causas da balanite

402885-As-pílulas-para-dormir-podem-trazer-graves-consequências-a-sua-saúde.

A balanite é uma inflamação, geralmente causada por infecções ou condições crônicas na pele. Higiene inapropriada pode contribuir para esta irritação na pele. Na prática, excesso de higiene abrasiva e a falta dela pode contribuir para o surgimento no problema

Em geral, a condição é causada pela reprodução anormal de bactérias ou fungos. A pele do pênis é o local ideal para a reprodução destes organismos, pois reúne bastante umidade ao redor da glande.

Machucados e pequenas lesões também contribuem com o problema. O mesmo pode ser dito de irritações na área. As irritações podem ser causadas pelas seguintes condições:

  • Não remover totalmente o sabão do pênis, após tomar banho;
  • Utilizar sabonetes com componentes alérgicos;
  • Utilização de sabonetes que ressequem a pele;
  • Utilizar loções ou sprays com componentes alérgicos na região;
  • Alguns laxantes, pílulas para dormir, analgésicos e antibióticos também podem contribuir com irritações;

Sintomas da balanite

Embora o principal sintoma da condição seja o inchaço e a vermelhidão da pele do pênis, há outros sintomas associados a ela:

  • Pele enrijecida;
  • Genitália dolorida;
  • Coceira nos genitais;
  • Dor na pele do pênis;
  • Sensação de aperto ou dor ao urinar, em função na pressão do inchaço sobre a uretra;

Diagnóstico

balanite

Por ser facilmente identificável, um exame físico costuma ser o suficiente para diagnosticar a balanite. Algumas vezes, é realizada uma rápida coleta de urina, para checar a presença de bactérias ou fungos em níveis anormais.

Quando a causa da balanite é uma condição de pele crônica, seu médico pode realizar uma biópsia. Para uma biópsia, é necessário remover um pequeno pedaço de pele do pênis. Ele será utilizado para examinar qual problema está causando a condição. Geralmente, é feita uma anestesia local para o procedimento.

Tratamento

CLOTRIMIX-BISNAGA

O tratamento inclui parar os hábitos que possivelmente estejam causando o problema. Muitas vezes, tudo pode ser resolvido com a troca do sabonete, ou a descontinuidade de produtos que causem reações.

Em alguns casos, podem ser utilizados cremes contra a coceira e antibióticos locais. Se você sofrer de alguma infecção, ele será suficiente para resolve o problema com alguns dias de tratamento.

Possíveis complicações

Em geral, o tratamento da balanite é simples, e quanto antes ela for tratada, maiores as chances de sucesso. No entanto, em alguns casos mais raros, é possível que haja o desenvolvimento de complicações.

Isso pode incluir a surgimento de cicatrizes e pequenas fissuras na pele do pênis. Além disso, a sensação de dor na retração da pele e os problemas de irrigação de sangue podem ocorrer, com o desenvolvimento do problema.

Em casos ainda mais graves, pode ocorrer o desenvolvimento de uma fimose. Isso faz com que a pele quando consiga ser retraída, mesmo após o tratamento. Ela pode resultar da balanite crônica que demora para ser tratada.

Em diversos casos, a fimose não tratada exige uma cirurgia. Ela envolve a remoção de um trecho da pele na extremidade superior que a separa do pênis. Trata-se da circuncisão.

Como prevenir a balanite?

A prevenção da balanite é, na verdade, bastante simples. As melhores ações preventivas resumem-se a realizar uma higiene adequada, com banhos diários e higiene imediata após atividades físicas e sexuais.

Outras formas comuns de prevenção incluem evitar o uso de produtos aromatizados ou hidratantes. Além disso, secar o pênis completamente após o banho é um procedimento simples que auxilia a evitar o problema.

Veja também:

Recomendados Para Você:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *