Androgel: Indicações, cuidados e efeitos colaterais

A queda dos níveis de testosterona no organismo do homem é um problema muito grave que costuma afetar os caras mais velhos, acima dos 40 anos, embora possa ocorrer antes devido a alguns quadros clínicos.

Os perigos da queda dos níveis de testosterona vão muito além da impotência sexual, que é o seu sintoma mais conhecido. Os homens podem apresentar maior fraqueza óssea e muscular, além de estarem propícios a sofrer de mais doenças quando os níveis do hormônio da testosterona estão em baixa.

Androgel

O tratamento indicado contra a queda de testosterona é a reposição do hormônio através da suplementação. Entre esses suplementos, existe um que é um pouco diferente, ele se chama Androgel e se trata de um gel aplicável que promete dar um up nos níveis de testosterona do cara.

Como o Androgel funciona?

O Androgel, como o próprio nome entrega, é um gel que você aplica na pele para aumentar os níveis de testosterona no seu organismo. A aplicação deve ser diária e pelo horário da manhã, depois de acordar.

A dose diária recomendada é de no mínimo 5g e no máximo 10g, a quantidade exata da sua dosagem deve ser determinada pelo seu médico. Para espalhar o gel, basta passá-lo bem pela região dos ombros, braços e do estômago e, após espalhar bem, espere o gel secar, o que deve levar cerca de 3 a 5 minutos.

É importante ressaltar: nunca passe o Androgel no pênis ou nos testículos, ele tem um alto teor de álcool na sua fórmula, o que pode irritar gravemente a pele no local.

Quais cuidados tomar antes de utilizar o Androgel?

Para começar, você deve diagnosticar clinicamente que o seu problema é a queda nos níveis do hormônio da testosterona, uma vez que seus sintomas não são o suficiente para comprovar a doença.

Consulte um médico para que ele possa fazer exames que comprovem o diagnóstico e, após isso, ele irá decidir se o Androgel é de fato o tratamento adequado para você, ou se você deve partir para outra opção.

Quais são as contraindicações do Androgel?

Existem algumas pessoas que não devem utilizar o Androgel, pois ele pode agravar mais ainda quadros clínicos que elas sofrem. Por isso, os pacientes de cancros na próstata e na mama, além de pessoas alérgicas a algum dos ingredientes do Androgel devem evitar esse medicamento.

Sob hipótese alguma você deve utilizar o Androgel para tentar tratar um quadro de impotência, uma vez que esse problema pode ser causado por uma longa série de problemas psicológicos, biológicos e genéticos que não tem relação nenhuma com a falta de testosterona.

Efeitos colaterais do Androgel

Assim como qualquer medicamento, o Androgel pode apresentar vários efeitos adversos naqueles que o utilizam. Os principais efeitos são as irritações na pele, que são registradas em 10% dos pacientes que consumem o Androgel.

Essas irritações podem ser alguns vermelhões e coceiras, ou a apresentação de uma pele mais seca, além de, em alguns casos, haver o surgimento da acne. No caso de você registrar algum desses efeitos, entre em contato com o seu médico para ele poder receitar algo para os efeitos adversos, ou um novo tratamento para a sua queda de testosterona.

Recomendados Para Você:

teste